Nós tendemos a acreditar que a personalidade do nosso pet tem a ver com sua forma de agir. Pensamos que, depois de passar algum tempo convivendo com o animal, somos capazes de entender suas atitudes, assim como as coisas de que ele gosta ou não gosta. Contudo, um novo estudo realizado pela Universidade da Califórnia, nos EUA, chegou à conclusão de que não são apenas as ações dos nossos gatos que definem sua personalidade, mas também a cor de sua pelagem.

O Incrível.club estudou a pesquisa a fundo e trouxe neste post quais foram as conclusões obtidas quanto à relação entre a cor da pelagem do seu gato e o nível de agressividade do bichano. Acompanhe!

O estudo

Veterinários da Universidade da Califórnia analisaram a relação entre a cor dos pelos e o comportamento agressivo em gatos domésticos. Para tanto, os especialistas coletaram informações sobre felinos por meio de uma pesquisa online: no total, foram obtidas 1.274 respostas de pessoas que possuem gatos em casa. Eles informaram a cor de seus bichanos e os eventuais problemas de comportamento apresentados em 3 situações diferentes: nas interações diárias, em visitas ao veterinário e ao passar mais tempo com eles.

As gatas são mais agressivas

Graças a pesquisa, os especialistas chegaram à conclusão de que a cor da pelagem apresenta ligações curiosas com a personalidade do gato. Foi possível entender que as mais agressivas são as fêmeas cinzas e brancas, brancas e pretas ou alaranjadas, e as da raça calico. As gatas de pelo cinza com branco demonstraram ser altamente temperamentais na hora de consultas no veterinário, enquanto que as de pelo calico (alaranjado, preto e branco) são as que mais tendem a se irritar.

Pelo preto é bom sinal

O estudo desmentiu as crenças que rondam os gatos pretos. Pelagens totalmente brancas, cinzas e pretas foram associadas a gatos com atitudes mais calmas e menos agressivas. Os responsáveis pelo estudo estabeleceram uma ligação entre tais conclusões e o fator histórico da espécie. Por se tratarem de animais que existem há milhares de anos, as raças de pelo escuro ou cinza podem ter se desenvolvido em ambientes diferentes se comparados com os gatos alaranjados.

Existem outros fatores que influenciam na personalidade

Apesar dos resultados do estudo, é indispensável levar em consideração outros fatores que podem afetar a personalidade do gato. Um deles é sua ascendência. Assim como ocorre com os humanos, os bichanos também são afetados por traços genéticos de seus genitores. Fatores de personalidade como medo, timidez, irritabilidade e inquietação independem do lar onde o gato é criado. Existem características que nascem com eles e que determinam parte de suas atitudes.

Os primeiros meses são fundamentais

Segundo a Associação Americana de Praticantes Felinos, os primeiros meses do gato em seu novo lar são fundamentais para determinar sua personalidade a longo prazo. Estima-se que se o gato interagir com humanos entre a terceira e a nona semana de vida, provavelmente ficará menos medroso. Mostrar ao felino que o espaço onde ele vive é agradável e seguro é algo essencial. Assim como estimular a socialização do animal, pois com isso ele entenderá que é amado e bem-cuidado por seus donos.

Você tem gatos? Acha que faz sentido dizer que a personalidade do animal tem a ver com a cor dos pelos? Comente!

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Entretenimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Bar Pessoa em Campinas apresenta shows especiais; confira a programação

O Bar Pessoa, localizado no lobby do Royal Palm Plaza em Campinas, está com uma programaçã…