O atacante Roger concedeu entrevista coletiva na reapresentação da Ponte Preta após a derrota por 3 a 1 para o Figueirense em casa, na última terça-feira. O jogador, um dos mais experientes do elenco, garantiu que permanece no clube que o revelou para a temporada de 2020. O grupo deve passar por reformulação.

” Para 2020, tenho contrato, a ideia é permanecer. A gente sabe que vai ser um ano de recomeço total, desde a diretoria que trocou agora”, afirmou Roger, que ainda pediu mudanças no clube, principalmente de atitude. “Acredito que deve fazer um time forte para 2020, acredito na palavra do Tiãozinho que nós vamos montar um time mais experiente. Ponte precisa de jogadores mais jogados, experientes, que assumam a responsabilidade”.

Pontepretano declarado, o atacante reconhece a fase ruim do time, que não vence há oito jogos no Campeonato Brasileiro da Série B e prefere não apontar um único culpado pela perda do acesso. “Eu também estou muito chateado com tudo o que aconteceu, principalmente no segundo semestre, quando participei. Eu tinha grandes esperanças que poderíamos conquistar o acesso até com certa facilidade por tudo o que fizemos antes da parada da Copa América”, disse Roger. “Todos somos responsáveis por isso. Não dá para achar um ou outro culpado”.

Roger tem 13 gols na Série B e luta pela artilharia da competição. No sábado, a Ponte Preta vai a Maceió e enfrenta o CRB, às 16h30.

Fonte: CBN Campinas

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Pai de jovem agredido perto da Hípica fala pela primeira vez à imprensa campineira

Após mais de três meses do caso em que um jovem foi espancado perto da Hípica em Campinas,…