A cozinheira que furtava objetos da casa da patroa em Campinas já praticava os crimes há pelo menos dois anos. A vítima, de 40 anos, informou que a cozinheira era uma excelente profissional e que tinha plena confiança nela.

Durante os dois anos foram levadas cerca de 700 mochilas cheias de objetos da casa da patroa. O valor total dos objetos chega a R$ 200 mil. A patroa acredita que a funcionária não agia sozinha até por ser impossível ela consumir tudo o que levou.

A desconfiança começou quando mais da metade de remédios veterinários recém comprados sumiam da prateleira. A casa tem 48 câmeras de segurança e com a ajuda da polícia, o caso foi levado adiante.

Quando a polícia chegou na casa da cozinheira, ela estava usando uma corrente de ouro, que tentou esconder no bolso da calça que usava. Na casa foram encontradas blusas, calça, óculos, cartão de banco sem nome, aparelho de som, Ipad, DVD portátil, bolsas, bebidas importadas, lixeira elétrica, Game Nintendo DS e duas correntes. Tudo foi reconhecido pela vítima.

A polícia ainda descobriu que dos valores das compras feitas para a patroa no cartão de débito dado à ela, 50% era gasto particular.

Da Redação ODC.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Vídeo: passageira diz que motorista de app tem “corzinha complicada”

[embedded content] Um motorista de aplicativo de Salvador, na Bahia, denunciou uma passage…