A prefeitura está tentando levantar um empréstimo de cerca de R$ 240 milhões para fazer obras em ano eleitoral na cidade, porém no último dia 31/01 a audiência para receber as propostas não teve nenhum banco interessado.

No final do ano passado a Câmara autorizou a prefeitura a contrair até R$ 300 milhões em empréstimos, desde que sejam dadas garantias. Essas garantias serão dadas pelos dividendos da Sanasa.

Uma parte do dinheiro, cerca de R$ 120 milhões, vai para finalizar as obras do BRT, que estão atrasadas. Isso vai totalmente de encontro com o que o prefeito Jonas Donizette disse na entrevista para a Rádio CBN, pois os tais 90 milhões de reais que são de obrigação da Prefeitura então não existem ainda?

Parte desse dinheiro seria usado também para reconstruir a ponte em Sousas que está fechada desde o ano passado, construção de um viaduto no Botafogo e reforma dos existentes.

A outra parte, mais R$ 120 milhões, seria usada para pavimentação e drenagem nas regiões do Campo Grande, Campo Belo e bairros lindeiros. Caso a prefeitura não consiga pagar o empréstimo com o dinheiro da Sanasa, terá que pagar com dinheiro do caixa da própria prefeitura. Mas para isso, algum banco deve ter vontade de emprestar esse dinheiro, que até agora, não teve nenhum interessado.

Da Redação ODC.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Bom Dia Campinas! Previsão do Tempo para hoje e falecimentos de 17 e 18/02

Compartilhar Facebook Twitter WhatsApp Email Bom dia pessoal! Mais um dia chegou, vamos lá…