O ex-prefeito de Paulínia, Edson Moura Junior, e o atual vereador Marcos Roberto Bolonhezi, foram condenados pela Justiça a 4 anos e 5 meses de prisão. Eles são acusados de crimes de responsabilidade e falsidade ideológica.

Segundo o Ministério Público de São Paulo, a dupla teria se apropriado ilegalmente de R$ 244 mil dos cofres públicos. Ainda cabe recurso.

De acordo com a denúncia, o então prefeito e vereador utilizaram os cargos para inserir em documento público uma declaração falsa ou diversa da que deveria estar escrita.

O MP afirma que a manobra dos réus criaria a obrigação do município de Paulínia de pagar ao parlamentar por uma desapropriação de uma faixa de terreno em frente a casa de Bolonhezi, de modo contrário à lei. Assim, desviariam e se apropriariam de R$ 244.680,00.

O ex-prefeito e o vereador foram condenados a 3 anos de reclusão por crime de responsabilidade, e um ano, 5 meses e 14 dias por falsidade ideológica, além de pagamento de multa. As penas devem ser cumpridas em regime semiaberto.

O advogado responsável pela defesa de Bolonhezi informou que ainda não teve acesso à decisão do Judiciário, mas disse que vai recorrer da sentença, assim como declarou a defesa de Edson Moura Junior.  

Fonte: CBN Campinas

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

GE divulga oportunidade(s) para Estágio em Supply Chain – GE – Campinas/SP

Resumo da Função: Terá a oportunidade de desenvolver diversos papéis dentro das áreas de o…