Quer receber as principais Notícias de Campinas e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.

A Farmácia de Alto Custo do Governo do Estado de São Paulo em Campinas, para variar, está com falta de medicamentos. Uma mulher que precisa de remédios para o tratamento do Mal de Parkinson necessita de medicação diária, porém o que ela procura parou de ser fornecido pela Farmácia de Alto Custo.

Em uma farmácia comum o remédio custa cerca de 170 reais e dá para uma semana de tratamento. De acordo com o Governo do Estado, o medicamento em questão é o Entacapona 200 mg, que é comprado pelo Governo Federal e distribuído aos Estados, mas a última remessa chegou pela metade e com 45 dias de atraso.

Apesar do atraso, o medicamento já está disponível para retirada nas farmácias. São distribuídos 290 medicamentos nas farmácias de Alto Custo de São Paulo, sendo que metade é enviado pelo Governo Federal. Quando há atraso no repasse, há a falta, mesmo com controles rigorosos.

Da Redação ODC.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Mega-Sena acumula e vai pagar R$ 35 milhões no sábado

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.181 da Mega-Sena, realizado ontem (…