Mãe de cadeirante mostra dificuldade em ônibus com elevador quebrado em Campinas

Mãe de cadeirante mostra dificuldade em ônibus com elevador quebrado em Campinas

Uma moradora gravou imagens com um celular no momento em que um motorista utiliza uma pedra e um pedaço de madeira para desemperrar o elevador para cadeirantes de um ônibus em Campinas (SP). Pelas imagens enviadas à EPTV, afiliada da TV Globo, é possível observar que o condutor utiliza a pedra e o pedaço de madeira contra o dispositivo na tentativa de fazer o mecanismo funcionar. (Veja no vídeo acima)

A mulher que aparece no vídeo é Lucinete Dourado dos Santos. Ela utiliza a linha 110 do transporte público, que faz o trajeto Terminal Ouro Verde – Jardim Adhemar de Barros, com o filho, que é cadeirante. Ela alega ter feito contato com os responsáveis pelo problema, mas sem sucesso.

“Todos os dias, em qualquer horário, é essa situação. Fiscal da Emdec, fiscal da VB, (empresa responsável pelo veículo) ninguém faz nada. Os motoristas são tão vítimas quanto os passageiros”.

Lucinete relata rotina de dificuldades ao utilizar transporte público com o filho cadeirante — Foto: Reprodução/EPTVLucinete relata rotina de dificuldades ao utilizar transporte público com o filho cadeirante — Foto: Reprodução/EPTV

Lucinete relata rotina de dificuldades ao utilizar transporte público com o filho cadeirante — Foto: Reprodução/EPTV

À reportagem da EPTV, Lucinete explicou a rotina que enfrenta diariamente com o filho e que já perdeu, inclusive, sessões de fisioterapia da criança.

“Tenho fisioterapia, tenho que levar meu filho à escola, a exames, a várias consultas. Peço auxílio dos fiscais do terminal, da Emdec, eles dizem que vão providenciar o conserto […] e no mesmo dia o ônibus está quebrado novamente”, relata.

Ônibus substituído

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas (Setcamp) informou, através de nota, que o veículo mostrado no vídeo foi substituído.

A entidade alegou, ainda, que os elevadores para cadeirantes são “muito suscetíveis a danos causados por impactos [buracos]”.

O sindicato explica que, em casos de mau funcionamento no dispositivo, o motorista do ônibus deve levar o veículo à garagem e que, na ocasião retratada nas imagens, o condutor optou por seguir o trajeto a fim de não prejudicar os passageiros.

Pedaço de madeira e pedra são utilizados pelo motorista do ônibus — Foto: Reprodução/EPTVPedaço de madeira e pedra são utilizados pelo motorista do ônibus — Foto: Reprodução/EPTV

Pedaço de madeira e pedra são utilizados pelo motorista do ônibus — Foto: Reprodução/EPTV

O que diz a Emdec?

A Empresa Municipal de Desenvolvimento da cidade (Emdec) afirmou que vai notificar o operador do veículo mostrado no vídeo, alegando que é dever do motorista checar as condições do veículo antes de sair da garagem.

A empresa reforça que, caso algum defeito seja notado enquanto o ônibus estiver realizando o trajeto, a orientação é de que a viagem seja completada antes do recolhimento.

A Emdec explicou, ainda, que todos os veículos da frota do transporte público coletivo municipal passam por pelo menos uma vistoria a cada seis meses.

No caso da linha 110, a empresa alega que, em em horário de pico, dois veículos são utilizados no trajeto, e que eventuais problemas podem ser denunciados pelos próprios usuários através do telefone 118.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Vídeo: passageira diz que motorista de app tem “corzinha complicada”

[embedded content] Um motorista de aplicativo de Salvador, na Bahia, denunciou uma passage…