Depois de anos enrolando e dizendo que não tem dinheiro pra nada, a prefeitura de Campinas pediu aval da Câmara dos Vereadores para contrair empréstimos de até R$ 300 milhões para obras. O detalhe é que a dívida da cidade já está em R$ 1,5 bilhão.

Não foram indicados projetos em específicos, apenas que o dinheiro deve ser usado para obra de mobilidade urbana, galerias de águas pluviais, pavimentação, drenagem e água e esgoto. Existe a possibilidade de fazer um empréstimo só desse valor ou fazer vários até chegar ao limite.

O Secretário de Finanças da cidade disse que metade desse dinheiro, ou seja, R$ 150 milhões, deve ir para as obras do BRT, mas que não houve reajuste, apenas algumas coisas já previstas em contrato, sem especificar quais são.

As obras nas infraestruturas dos bairros deverão ser priorizadas com esse dinheiro. O curioso de tudo isso é que durante 7 anos a prefeitura ficou falando que não tinha dinheiro para fazer nada, mas agora pode fazer empréstimo. Justo no ano de eleição? Estranho, não?

Da Redação ODC.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Pai de jovem agredido perto da Hípica fala pela primeira vez à imprensa campineira

Após mais de três meses do caso em que um jovem foi espancado perto da Hípica em Campinas,…