Quer receber as principais Notícias de Campinas e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.
Voltada à população em geral, a Feira visa discutir e difundir sistemas alimentares que sejam inclusivos, resilientes, seguros e marcados pela diversidade

Divulgação

Voltada à população em geral, a Feira visa discutir e difundir sistemas alimentares que sejam inclusivos, resilientes, seguros e marcados pela diversidade

 A Prefeitura de Campinas realiza a segunda edição da “Feira, Direitos e Segurança Alimentar e Nutricional”. Neste ano, o evento traz como tema “Campinas Cidade Apetitosa” e ocorrerá na Estação Cultura, no dia 23 de agosto, a partir das 13h.

O objetivo desta ação é realizar uma atividade intersetorial unindo a entrega do benefício alimentar – Cartão NutrirCampinas, evento totalmente administrativo executado pelo Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional (DSAN) da Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos (SMASDH), a uma estrutura que agregará outros parceiros tanto do poder público como da sociedade civil organizada.

Voltada à população em geral, a Feira visa discutir e difundir sistemas alimentares que sejam inclusivos, resilientes, seguros e marcados pela diversidade. “Nossa ideia é apresentar às pessoas, inclusive às famílias que recebem o Cartão Nutrir, uma alimentação economicamente acessível e saudável fazendo uma abordagem baseada nos direitos humanos, que minimize o desperdício e conserve a biodiversidade”, explicou o diretor do DSAN, Domis Vieira Lopes.

Além da feira, a proposta é retomar os projetos apresentados em 2017 como as oficinas relacionadas ao plantio, consumo alimentar consciente, aproveitamento integral de alimentos e outros itens pertinentes ao assunto.

Prêmio

Iniciativa do Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional (DSAN/SMASDH), o projeto da feira foi premiado pelo Governo do Estado de São Paulo na categoria melhor programa de política pública desenvolvido por órgãos públicos em 2017.

O prêmio “Josué de Castro” recebido pela DSAN identifica e certifica iniciativas voltadas à formulação de soluções concretas para o combate à fome e a promoção da segurança alimentar e nutricional.

Escrito por:

Divulgação

Fonte: RAC

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Pai mata filho de 2 anos enforcado e comete suicídio em Minas Gerais

No horário do crime, Evandro normalmente estava trabalhando, mas teria decidido ficar com …