Existem muitas dicas de beleza na Internet. E elas são tantas e tão variadas que resolvemos testar algumas. E, como é de se imaginar, entre tratamentos eficazes, há algumas soluções que podem acabar tendo um efeito negativo em sua aparência.

Incrível.club compartilha com você a lista a seguir, para que saiba os riscos que corre ao adotar alguns tipos de tratamentos.

1. Esfoliar seu corpo e rosto com açúcar ou sal

Usar açúcar para esfoliar o corpo ou o rosto não é recomendado, especialmente para pessoas com pele sensível ou que apresentam problemas dermatológicos. O preparo de uma esfoliação com sal ou açúcar pode parecer simples, natural e eficaz, mas, na realidade, as bordas irregulares e afiadas de um cristal de açúcar ou sal deixam microcortes na primeira camada da pele, irritando, inflamando e enfraquecendo-a contra contaminação e raios solares.

E o pior é que a pele pouco a pouco vai perdendo a capacidade de se recuperar desse tratamento abrasivo e agressivo.

2. Cola para se livrar dos cravos

Use cola para o que ela foi feita: para artesanato ou para consertar objetos. As colas comuns contêm acrilatos, um elemento químico que faz com que grude na superfície com a qual entram em contato. E, embora seja possível que esse truque tenha funcionado ocasionalmente, se você tem pele sensível, tenha cuidado, pois pode irritá-la. Inclusive, há o risco de alergias que a farão se arrepender de ter usado tal produto.

3. Cobrir uma espinha com creme dental para fazê-la desaparecer

Algumas pessoas podem acreditar que, como o creme dental irrita e seca a pele, é conveniente aplicá-lo em espinhas para secá-las e se livrar delas. Erro grave. As espinhas são pequenas porções de pele que já estão inflamadas e irritadas. Colocar pasta de dente sobre elas por minutos ou pior, durante toda a noite, fará com que a pele fique mais comprometida e irritada, pois a pasta possui ingredientes químicos fortes, como peróxido, fragrâncias artificiais e álcool, que acabam descascando ou provocando pequenas queimaduras.

4. Aplicar sucos cítricos para limpar o rosto e apagar manchas

Sabe-se que sucos cítricos, como limão, lima, laranja e toranja, são conhecidos por conter altas porcentagens de vitamina C e ácidos cítricos, com efeitos antioxidantes e adstringentes. No entanto, embora pareça muito lógico, aplicá-los na pele não é nada recomendado, pois esses sucos são extremamente ácidos e fazem com que a pele seque, se irrite ou até descasque. Além disso, se depois de aplicar um pouco de suco cítrico no rosto você se expuser ao sol, pode desenvolver uma reação alérgica conhecida como fitofotodermatite que pode causar queimaduras na pele.

5. Usar óleo de coco como creme diário

Tal produto pode não estar na lista de truques perigosos que você deva evitar. Mas isso não quer dizer que não envolva certos riscos. O óleo de coco é altamente comedogênico, o que significa que pode entupir facilmente os poros da pele. Quando eles estão entupidos, é comum surgirem cravos. É possível que uma pessoa com pele extremamente seca não tenha problemas, mas alguém com pele mista ou oleosa só estaria estimulando o surgimento de novas espinhas ao aplicar esse óleo sobre a pele diariamente. Pior ainda se a pessoa tiver acne. A inflamação na pele pode ser agravar.

6. Delinear seus olhos com lápis de cor molhados

Os cosméticos em diferentes países são regulamentados por autoridades governamentais da área sanitária que garantem a segurança e a saúde dos consumidores que os utilizam — no caso brasileiro, esse órgão é a ANVISA — Agência Nacional de Vigilância Sanitária. É por isso que não há risco em delinear os olhos com um delineador comprado em lojas de cosméticos. Só que os lápis de cor têm uma fórmula química que não foi aprovada como segura para o uso nos olhos por qualquer regulamentação oficial. O fato de alguns influenciadores e youtubers recomendarem o uso de lápis de cor e giz de cera levou até mesmo um dos fabricantes desses produtos, a Crayola, a emitir um comunicado desencorajando esse tipo de prática.

7. Selar sua maquiagem com laquê

A quantidade de produtos químicos presentes no laquê é a primeira razão pela qual você não deve pensar em passá-lo no seu rosto. Ele não tem apenas uma alta concentração de álcool que resseca e irrita a pele. Pode causar o aparecimento de cravos, já que sua pele tentará compensar a falta de hidratação produzindo mais sebo facial. Além disso, o laquê contém uma substância chamada propilenoglicol, cujo efeito de irritar os olhos é o menos preocupante. Quando inalado esse produto pode comprometer os pulmões.

Você já tentou um desses truques? Qual deles não se animaria a usar em qualquer circunstância? Conte para a gente nos comentários!

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Saúde & Bem Estar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Prefeitura de Campinas pede autorização para tomar emprestado R$ 300 milhões

Depois de anos enrolando e dizendo que não tem dinheiro pra nada, a prefeitura de Campinas…