Não há nada mais terno do que ver uma criança dormindo tranquilamente. É aquele momento mágico em que o silêncio reina em casa e os adultos podem relaxar um pouco. O sono infantil é importante por vários motivos. Enquanto dormem, as crianças se desenvolvem e reabastecem as energias. Algumas boas horas de sono as ajudam ainda a ficar alertas e felizes durante o dia. Além disso, um estudo médico revelou que os cochilos diários são essenciais para o aprendizado da linguagem.

Incrível.club adora as crianças e tudo que promova sua saúde. É por isso que vai contar do que trata esse estudo. No final, temos um bônus com recomendações para seus filhos dormirem melhor.

Por quanto tempo uma criança deve dormir

estudo médico destacou a importância de as crianças pequenas dormirem a quantidade de horas necessária de acordo com sua idade. No nascimento, os bebês não têm um ritmo de sono estabelecido porque sua vida é governada pela necessidade de alimentação. Com o tempo, cada criança adquire uma rotina de sono noturno e de sonecas diurnas, que, juntas, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, devem durar aproximadamente:

  • 15 horas durante o primeiro ano de vida.
  • 15 a 13 horas de 2 a 5 anos.
  • 13 a 11 horas de 6 a 11 anos.
  • 10 a 8 horas a partir dos 12 anos.

O sono influencia na altura e nas emoções

Embora a altura definitiva de cada criança dependa muito dos genes herdados dos pais, há outros fatores que a influenciam. É essencial, por exemplo, respeitar as horas de sono recomendadas para cada idade, porque é nesse momento que o hormônio do crescimento é ativado.

E a qualidade do sono é tão importante quanto o tempo. As crianças que dormem em um ambiente tranquilo, escuro e silencioso desenvolvem a capacidade de reconhecer e reagir a emoções diferentes muito melhor do que aquelas que acordam várias vezes por causa do barulho, da luz e do movimento durante a noite.

O sono também influencia o peso corporal

Um estudo realizado com 72 crianças em idade escolar mostrou que a falta de sono pode estar relacionada ao excesso de peso na infância. Por meio de um questionário feito aos participantes, os médicos descobriram que as crianças que dormiam menos horas à noite do que o necessário para a idade tendiam a ter um IMC (Índice de Massa Corporal) mais elevado.

As crianças usam esse tempo acordadas para ver TV, jogar videogame ou usar o computador. A falta de sono modifica a função de 2 hormônios envolvidos na sensação de apetite e saciedade (grelina e leptina). Por estarem acordadas, quando deveriam estar dormindo, ocorre uma alteração nesses hormônios e as crianças sentem fome e ingerem alimentos que engordam (biscoitos, doces e batatas fritas, por exemplo). Apesar do pequeno número de participantes no estudo, os médicos observaram uma forte conexão entre a falta de sono, o lazer sedentário e o excesso de peso.

O sono influencia na linguagem

Há ainda os cochilos durante o dia. Em bebês com menos de 15 meses não há problema, porque tiram várias sonecas ao longo do dia. Mas, à medida que as crianças crescem, isso se torna mais difícil, porque dormir significa perder as coisas interessantes que acontecem ao seu redor.

No entanto, um estudo recente apoia a tese de que os cochilos diurnos também são essenciais para o desenvolvimento da linguagem. Para obter essa conclusão, os especialistas ensinaram algumas palavras para crianças de 15 meses. Um grupo tirou uma soneca de 30 minutos após a sessão de aprendizado. Já outro grupo permaneceu ativo pelo mesmo período de tempo. Quatro horas depois, as crianças que tinham tirado uma soneca conseguiram se lembrar de palavras aprendidas sem dificuldade. Por outro lado, as que não dormiram não se lembravam delas.

Os bebês com menos de um ano dormem cerca de duas ou 3 vezes ao longo do dia, tiram uma soneca pela manhã, outra após o almoço e a última no final da tarde. Após um ano de vida, as crianças em geral só precisam tirar um cochilo após o almoço. Esse padrão deve continuar até os 4 ou 5 anos de idade.

Bônus: recomendações para ajudar as crianças a adormecer

Há muitos benefícios alcançados quando as crianças dormem nas horas certas. Da mesma forma, é bom que o sono seja de qualidade. Mas, às vezes, custa estabelecer uma rotina saudável. Como conseguir isso? Aqui estão algumas dicas que servem tanto para as sonecas diurnas quanto para as noturnas:

  • Tenha um horário fixo para a criança tirar uma soneca durante o dia e à noite. Dê um jantar leve, um banho, coloque um pijama e escove os dentes do pequeno antes de ir para a cama.
  • Faça da hora de dormir uma experiência positiva e relaxante. Evite estímulos, como assistir à televisão ou jogar videogame antes de dormir.
  • Reserve atividades relaxantes para serem feitas no quarto da criança, como ler uma história.
  • Mantenha uma luz fraca e uma temperatura agradável no quarto na hora da soneca. Durante a noite, a atmosfera deve estar silenciosa e o quarto, o mais escuro possível. Deite a criança, cubra-a e saia do quarto.

Você tem filhos pequenos com problemas para dormir? Quais outras dicas conhece para fazê-los adormecer? Não se esqueça de compartilhar sua experiência conosco!

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Saúde & Bem Estar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Cohab vai financiar 500 imóveis para famílias com renda até R$ 1800,00 em Campinas

Compartilhar Facebook Twitter WhatsApp Email Luciano Calafiori Depois de anos sem sorteios…