Connect with us
Vacinação contra a Dengue - Desafios e perspectivas em Americana Vacinação contra a Dengue - Desafios e perspectivas em Americana

Americana

Vacinação contra a Dengue – Desafios e perspectivas em Americana

O cenário atual da saúde pública em Americana enfrenta um grande desafio: a imunização contra a dengue. Infelizmente, a quantidade de vacinas QDenga disponíveis para a população-alvo do município é insuficiente, alcançando apenas 28% desse grupo.

A escassez de vacinas QDenga

De acordo com Danilo Carvalho Oliveira, Secretário de Saúde de Americana, o município possui mais de 13 mil pessoas com idade entre 10 e 14 anos, grupo definido pelo Ministério da Saúde como o público-alvo para a vacinação contra a dengue. Contudo, apenas 3.650 doses do imunizante serão destinadas à cidade pelo governo federal.

PUBLICIDADE

>“Em relação à vacina da dengue, assim como as vacinas da Covid, o município faz apenas a operacionalização, que é a aplicação da vacina. Quem determinou o público-alvo, de 10 a 14 anos, foi o Plano Nacional Imunização, junto com a Secretaria Estadual [de Saúde]. O que a gente faz é a logística de distribuição”, comentou Oliveira.

Vacinação nas escolas: Uma possibilidade

O secretário não descarta a ideia de disponibilizar a primeira dose do imunizante para aplicação em escolas. Afinal, a vacina não apresenta grandes especificidades e pode ser distribuída entre as unidades de saúde do município.

PUBLICIDADE

>“Vamos fazer um trabalho de divulgação e, se necessário, campanha aos sábados ou em escolas. Mas com um quantitativo de 3.650 doses a adesão vai ser significativa”, concluiu Oliveira.

Distribuição de doses na região

Americana, Campinas, Hortolândia, Monte Mor, Nova Odessa, Paulínia, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré foram algumas das cidades contempladas nessa nova etapa de expansão. Os lotes são remanescentes, com validade até o fim deste mês.

PUBLICIDADE

Campinas deve receber o maior número de doses na região, 18.063 ao todo. Já Americana, receberá 3.650 doses do imunizante, enquanto Santa Bárbara d’Oeste, com 997 casos confirmados e também uma morte suspeita, deve receber 2.959 doses.

A situação da dengue no Brasil

A dengue é um problema de saúde pública que afeta diversas regiões do Brasil. A falta de vacinas suficientes para a imunização total do público-alvo é um dos grandes desafios a serem superados.

PUBLICIDADE

Conclusão

A situação atual de Americana reflete a necessidade urgente de ações efetivas para a prevenção e controle da dengue. A disponibilidade de vacinas é um passo importante nesse sentido, mas é preciso garantir que a distribuição e aplicação sejam feitas de forma eficiente e abrangente.

Referências

Todo Dia no WhatsApp Link
Ministério da Saúde Link
Secretaria Estadual de Saúde Link

PUBLICIDADE

O artigo foi escrito com base em informações fornecidas pelo Secretário de Saúde de Americana, Danilo Carvalho Oliveira, e pelo Ministério da Saúde do Brasil.

PUBLICIDADE

Para informações adicionais, acesse o site

‘Este conteúdo foi gerado automaticamente a partir do conteúdo original. Devido às nuances da tradução automática, podem existir pequenas diferenças’.
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE