SP também inicia nesta quinta (10) a imunização de 1 milhão de pessoas com deficiência permanente sem BPC e 400 mil gestantes sem comorbidades

O Governador João Doria anunciou
durante coletiva, nesta quarta-feira (9), que o calendário de vacinação contra
o coronavírus em todo o estado de São Paulo será antecipado em 15 dias para
todos os públicos fora dos grupos prioritários. Com a medida, a campanha para a
população em geral começa já no próximo dia 16, para um grupo estimado de 1,2
milhão de pessoas com idade entre 55 e 59 anos.

O adiantamento do calendário
do PEI (Plano Estadual de Imunização) também marca para quinta-feira (10) o
início da imunização de 1 milhão de pessoas com deficiência permanente que não
recebem o auxílio BPC (Benefício de Prestação Continuada) e de 400 mil grávidas
e puérperas sem comorbidades. Em ambos os grupos, a idade mínima para
imunização é de 18 anos.

“Todos os grupos de pessoas
por idade, sem comorbidades, serão vacinados com 15 dias de antecedência em
relação ao calendário apresentado anteriormente. São Paulo tem pressa e São
Paulo vacina”, afirmou o Governador.

Com o cronograma antecipado, a
nova meta do Governo de São Paulo é vacinar toda a população do estado com 18
anos ou mais até o dia 18 de outubro. A projeção se baseia na estimativa de
entregas de vacinas do Ministério da Saúde e considera o início do esquema
vacinal, que é composto por duas doses dos imunizantes disponíveis no Brasil.

A logística do PEI vai manter
o calendário faseado por faixas etárias, dos grupos mais velhos aos mais
jovens, para distribuição e aplicação das doses nos 645 municípios de São
Paulo. Em julho, a vacinação será estendida à população em geral com idades
entre 50 e 54 anos.

Em agosto, a campanha se
amplia para as pessoas a partir de 49 anos de idade, beneficiando
progressivamente até as de 35 anos. Já em setembro, a imunização passa a
atender a população com idade a partir de 34 anos, estendendo-se até o dia 18
de outubro até a faixa etária de 18 anos.

Vacina Já
O pré-cadastro no site Vacina Já ( www.vacinaja.com.br ) é recomendado para todos os públicos incluídos no calendário do PEI e economiza até 90% no tempo de atendimento nos postos de vacinação. O formulário pode ser preenchido no site ou via WhatsApp – basta adicionar o número +55 11 95220-2923 à lista de contatos e enviar um “oi” ou clicar no link wa.me/5511952202923?text=oi .

O preenchimento antecipado não
é obrigatório, mas facilita o trabalho dos profissionais de saúde e também
reduz as chances de aglomeração nos pontos de aplicação das vacinas contra a Covid-19.

De acordo com o Vacinômetro
disponível no Portal do Governo de São Paulo 
( saopaulo.sp.gov.br ), até as 13h16 desta quarta, um total de
18.605.494 de vacinas contra a COVID-19 haviam sido aplicadas no estado,
sendo  12.685.556  em primeira dose e 5.919.938 para completar o
ciclo de imunização. Assim, 12,79% da população estadual já foi vacinada com as
duas doses.

Critérios para gestantes e PCD
O Governo de São Paulo também divulgou os critérios para os dois novos grupos vacinados a partir desta quinta. Grávidas e puérperas sem comorbidades serão atendidas com doses do Butantan ou da Pfizer.

As gestantes devem apresentar
carteira de acompanhamento, pré-natal ou laudo médico, enquanto que puérperas
com até 45 dias após o parto precisam levar declaração de nascimento de seus
recém-nascidos.

Já as pessoas com deficiência
permanente – física, sensorial ou intelectual – devem ir aos postos de vacinação
com laudo médico ou outros documentos que comprovem a condição.

Valem registros de documentos de atendimento em centros especializados, documento com indicação da deficiência, cartões de gratuidade do transporte público e, em casos excepcionais, a auto declaração.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Klabin S/A divulga oportunidade(s) para Mecânica (o) II – v2224676

Descrição Desafios:Realizar a manutenção mecânica de equipamentos e instalações, bem como …