Connect with us
Ministério da Saúde investigando possível primeiro óbito por dengue em Campinas em 2024 Ministério da Saúde investigando possível primeiro óbito por dengue em Campinas em 2024

Campinas

Ministério da Saúde investigando possível primeiro óbito por dengue em Campinas em 2024

Artigo

em

06 de Fevereiro de 2024

Por Higor Goulart

Introdução

O Ministério da Saúde está investigando a suspeita do primeiro óbito por dengue no ano em Campinas. A pasta federal não divulgou detalhes sobre a vítima, como nome, idade ou sexo. A suspeita aparece no Painel de Monitoramento de Arboviroses do Governo Federal, atualizado na última segunda-feira, dia 5.

PUBLICIDADE

Situação Atual

Segundo a Secretaria de Saúde de Campinas, a metrópole ainda não registrou mortes pela doença em 2024. No entanto, em contrapartida, no ano anterior, foram confirmados três óbitos pela pasta municipal.

Casos de Dengue em Campinas

O número de moradores contaminados está preocupando a cidade. Até a última segunda-feira, dia 5, foram confirmados 1,6 mil casos da doença. No ano passado, Campinas ultrapassou a marca de 11,4 mil confirmações.

PUBLICIDADE

Procedimentos de Investigação

Questionada pela Sampi Campinas, a Saúde Municipal informou que ‘muitos casos de morte são investigados para dengue, mas a maioria não confirma. Em geral, os óbitos com suspeita de dengue também são suspeitos de outros agravos infecciosos ou não. Por isso, o protocolo da Secretaria de Saúde continua sendo o de divulgar apenas os óbitos confirmados por exame e depois da ciência da família’, explicou.

Prevenção e Combate à Dengue

Enquanto investiga a primeira morte, Campinas tenta conter uma nova explosão de casos da doença. Segundo a Secretaria de Saúde, até segunda-feira, 20 bairros estavam em alerta para o alto risco de transmissão da dengue. Os bairros foram selecionados devido aos casos confirmados ou suspeitos nos últimos sete dias. O objetivo dos boletins é informar e mobilizar a população para os cuidados necessários.

PUBLICIDADE

Bairros em Alto Risco

Os bairros em alto risco são:

1. Centro, Jardim Guanabara, Jardim Novo Flamboyant e Vila Estanislau (Leste)
2. Conjunto Habitacional Edivaldo Antônio Orsi, Jardim Francisca, Parque Santa Bárbara e Real Parque (Norte)
3. Jardim do Lago, Jardim Fernanda e Jardim Irmãos Sigrist (Sul)
4. Jardim Antônio Von Zuben, Jardim Leonor, Jardim Sorirama, Núcleo Residencial Paranapanema e Vila Santana (Suleste)
5. Cidade Satélite Íris (Noroeste)
6. Eldorado dos Carajás, Jardim Adhemar de Barros e Jardim Planalto de Viracopos (Sudoeste)

PUBLICIDADE

Ações de Prevenção

Foram realizados quatro mutirões neste ano, como parte de uma operação de guerra para prevenção e combate à dengue na cidade.

Conclusão

A situação é preocupante e requer a atenção de todos. É preciso que a população esteja consciente dos riscos e tome as devidas precauções para evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue.

PUBLICIDADE

Links Relacionados

Saúde envia vacinas contra dengue para cidades que não registram casos há mais de um ano
Dengue: 20 bairros estão em alerta para alto risco de transmissão em Campinas
Campinas recebe mutirão contra dengue em bairros da cidade

Comentários

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

PUBLICIDADE

Obtenha Acesso

Ainda não é assinante? Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

Para informações adicionais, acesse o site

PUBLICIDADE
‘Este conteúdo foi gerado automaticamente a partir do conteúdo original. Devido às nuances da tradução automática, podem existir pequenas diferenças’.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE