Connect with us
Dengue em Campinas - Ameaça crescente em 12 bairros Dengue em Campinas - Ameaça crescente em 12 bairros

Destaque

Dengue em Campinas – Ameaça crescente em 12 bairros

Artigo

em

Introdução

No mês de Janeiro de 2024, Campinas registrou mais de 1,2 mil casos de dengue. Diante deste cenário alarmante, a cidade emitiu um novo boletim indicando 12 regiões com alto risco de transmissão da doença.

Bairros em Alerta

Segundo a secretaria de saúde, os seguintes bairros foram selecionados devido aos casos confirmados ou suspeitos nos últimos sete dias:

PUBLICIDADE

1. Parque São Quirino e Vila 31 de Março (Leste)
2. Jardim Campineiro, Jardim São Marcos e Vila Esperança (Norte)
3. Jardim Rossin (Noroeste)
4. Jardim Nova Europa e Vila Campos Salles (Sul)
5. Cohab, Imperial Parque e Jardim Conceição (Suleste)
6. Vila União (Sudoeste)

Vacinação contra Dengue

A cidade de Campinas ainda aguarda resposta do Ministério da Saúde sobre a solicitação de vacinas contra a dengue. A metrópole não foi incluída na lista de municípios para receber a primeira dose da vacina.

PUBLICIDADE

> A vacinação contra a dengue é voltada principalmente para crianças e adolescentes de 10 a 14 anos – faixa etária com o maior número de hospitalizações pela doença no país.

Critérios para distribuição de vacinas

As áreas selecionadas para receber as vacinas atendem a três critérios:

PUBLICIDADE

1. Municípios de grande porte (mais de 100 mil habitantes)
2. Alta transmissão de dengue registrada em 2023 e 2024
3. Maior predominância do sorotipo DENV-2

Situação de Campinas

A Secretaria de Saúde de Campinas afirma que a cidade atende a maioria dos requisitos para receber as vacinas. A avaliação epidemiológica mostra a urgência de sua inclusão na lista de cidades a receber o imunizante. A única exceção é o indicador sobre o sorotipo DENV-2, que não circula no município desde 2021.

PUBLICIDADE

Levantamento Rápido de Índices para o Aedes aegypti (LIRAa)

A Secretaria estima concluir o primeiro LIRAa de 2024 até a primeira semana de fevereiro. Esse levantamento é essencial para direcionar as ações de prevenção e combate à doença.

> ‘É importante que a população colabore com os agentes da Saúde para que essa análise possa ser concluída e nos traga dados para o direcionamento de ações’, ressalta o Coordenador do Programa de Arboviroses, Fausto de Almeida Marinho Neto.

PUBLICIDADE

Preocupação Crescente

O último levantamento realizado em outubro de 2023 já apontava um cenário mais preocupante do que o verificado no mesmo mês do ano anterior. Diante disso, a Prefeitura intensificou a comunicação com a população e organizou novas ações de combate à dengue.

Conclusão

A situação da dengue em Campinas é preocupante, exigindo ações rápidas e eficazes para controlar a disseminação do Aedes aegypti. A população precisa colaborar, eliminando possíveis focos de proliferação do mosquito e aderindo à vacinação quando disponível.

PUBLICIDADE

Referências

* Hora Campinas

Tags

dengue, campinas, bairros

PUBLICIDADE

Para informações adicionais, acesse o site

‘Este conteúdo foi gerado automaticamente a partir do conteúdo original. Devido às nuances da tradução automática, podem existir pequenas diferenças’.
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE