Connect with us

Destaque

Fábrica de cosméticos vai abrir unidade em Mairinque e gerar empregos

Artigo

em

Há 1 hora – Atualizado: 16 jun 2022 às 20:54


Fábrica de cosméticos-Mairinque Linha de produção em fabrica de cosméticos.

Uma fábrica de cosméticos com unidade na cidade de São Paulo pode abrir uma unidade em Mairinque no Parque Cristiane.

A empresa em questão é a Alin Cheveux. O planejamento da empresa que é uma grande marca do setor é se instalar na cidade com a partir de uma situação sobretudo em andamento.


A direção da Alin Cheveux em informações obtidas pelo Correio do Interior, é comprar um espaço de uma uma antiga empresa do município.

O local a princípio ao que apurado é prédio da multinacional 3M, que encerrou suas atividades na cidade e migrou para Sumaré em 2021. Área usada pela 3M estaria sendo então comercializada para venda, a Alin Cheveux espera comprar o local.


Todovia um dos executivos da empresa deve resolver todas as questões para instalação na cidade, assim que retornar do Líbano. Porém não há uma data determinada para ação.

Ainda ao que apurado a Alin Cheveux pode gerar cerca de 500 empregos em diferentes setores. Além disso outra empresa agregada para produção de embalagens pode vir para Mairinque.


Outros investimentos em Mairinque

Outro investimento que ocorre em Mairinque é da Pátria – Fundo de investimentos, que investiu milhões na SuperFrio – Cefri, empresa de logística.

Com o investimento a empresa vai dobrar sua capacidade de operação e gerar empregos. Ainda de acordo com a Pátria os investimentos e obra de expansão deve terminar em 2022, assim novas vagas de emprego e contratação serão feitas.


As vagas serão para moradores de Mairinque, e cidades vizinhas.



Editor-chefe do Correio do Interior desde 2016. Cursou jornalismo na faculdade ESACM Sorocaba. Atuou na RedeTV na produção do telejornal RedeTV News, Jornal SP Agora, O Democrata, ITV, Band e Torcedores.com MTB: 0082709/SP. Também é correspondente do Jornal Metrópoles em SP. Especialista em ações de branding content, conteúdo evergreen e developer.

Destaque

grupobauminas divulga oportunidade(s) para Analista de CRM III | Campinas/SP

Artigo

em

Por

Londres lidera o ranking feita por consultoria britânica (Foto: Reuters via BBC News)

Londres lidera o ranking feita por consultoria britânica (Foto: Reuters via BBC News)

Assinatura BBC topo (Foto: BBC)

Londres volta a liderar a lista das melhores cidades para estudantes internacionais, segundo a edição 2023 do ranking QS Best Student Cities, elaborado pela consultoria britânica QS.

São Paulo fica em 83º lugar na lista e o Rio de Janeiro apareceu pela primeira vez na publicação, em 121º.

A cidade mais favorável para os estudantes na América Latina é Buenos Aires (Argentina), que ocupa a 23ª posição.

Para ser considerada, cada cidade deve ter uma população superior a 250 mil habitantes e abrigar pelo menos duas universidades que já constam no ranking de universidades feito pela mesma consultoria.

Outros critérios levados em consideração são quantos alunos existem naquela cidade, quantos deles são internacionais e quão inclusiva é a cidade.

Também é avaliado se a cidade é segura, se o custo de vida e moradia é adequado para um estudante, assim como as oportunidades de emprego.

Apesar do alto custo de vida e moradia, a capital do Reino Unido está no topo da lista, diz a consultoria, por ser uma “cidade diversificada e culturalmente rica que oferece aos seus alunos desde museus de renome mundial a deliciosos restaurantes multiculturais”.

A cidade abriga algumas das mais prestigiadas instituições acadêmicas do mundo, como o King’s College London e a UCL (University College London).

Em segundo lugar fica Munique (Alemanha) e em terceiro, Seul (Coreia do Sul). As três cidades no pódio mantêm a mesma posição da última edição.

As 10 melhores cidades para estudantes, segundo a QS

– Londres, Reino Unido

– Munique, Alemanha

– Seul, Coreia do Sul

– Zurique, Suíça

– Melbourne, Austrália

– Berlim, Alemanha

– Tóquio, Japão

– Paris, França

– Sydney, Austrália

– Edimburgo, Reino Unido

Destaque entre as universidades brasileiras, a USP contribui para a inclusão de São Paulo no ranking (Foto: Cecília Bastos/USP)

Destaque entre as universidades brasileiras, a USP contribui para a inclusão de São Paulo no ranking (Foto: Cecília Bastos/USP)

No Brasil

As duas cidades brasileiras que se classificaram ocupam posições na segunda metade do ranking, que tem ao todo 140 cidades.

São Paulo, no 83º lugar, tem seis universidades no ranking de melhores instituições da QS, com a USP (Universidade de São Paulo) sendo a mais bem colocada, em 115º lugar.

Além da USP, também estão no ranking da QS a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), a PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo) e outras três universidades com campi que tecnicamente ficam em outras cidades, mas com distâncias que são consideradas acessíveis pela publicação: Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) e Unesp (Universidade Estadual Paulista).

A consultoria aponta que apenas 3% dos estudantes universitários em São Paulo são internacionais, mas que a metrópole é a capital “financeira e cultural do Brasil” e tem uma “oferta generosa” de universidades de qualidade internacional.

Entre os outros critérios que colocam São Paulo na 83ª posição estão:

– o custo de vida e de estudo na capital paulista, baixo em comparação com as outras cidades globais citadas;

– a culinária na cidade, rica tanto em comida de rua como em restaurantes de diversos lugares do mundo;

– a cultura paulistana – a consultoria afirma que não falta joie de vivre (alegria de viver, em francês) na metrópole -, que inclui o Carnaval de rua, a vida noturna, os mais de 100 museus e 300 cinemas e a diversidade etnorracial da população;

– as oportunidades de emprego, com destaque para o número de vagas para pessoas com formação universitária em áreas como TI, comércio, setor financeiro e indústrias automotiva e farmacêutica – a instituição aponta, no entanto, que os estudantes internacionais precisam pelo menos de um pouco do conhecimento de português para a maioria das vagas.

Já o Rio de Janeiro entrou pela primeira vez na lista neste ano, na 121ª posição.

A consultoria aponta que há 4 universidades do seu ranking na cidade, com destaque para a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), na 333ª posição.

Como pontos positivos de estudar na metrópole, diz a consultoria, estão as “praias ensolaradas”, a “simpatia dos cariocas” e o clima quente.

Buenos Aires é a cidade mais bem colocada na América Latina (Foto: Getty Images via BBC News)

Buenos Aires é a cidade mais bem colocada na América Latina (Foto: Getty Images via BBC News)

Na América Latina

O ranking inclui 10 cidades latino-americanas, embora com desempenho desigual.

Buenos Aires lidera a lista da América Latina pelo quarto ano consecutivo, embora tenha caído um lugar em relação à edição anterior e ido para a 23ª posição.

A publicação afirma que a capital argentina é uma “cidade dinâmica, com oportunidades de crescimento e a melhor cidade para estudantes de língua espanhola”.

Buenos Aires abriga 10 universidades classificadas no ranking das melhores universidades do mundo, segundo a mesma consultoria. Outro ponto é que os alunos formados nestas instituições têm boa reputação entre os empregadores.

Em contrapartida, o ranking aponta que a metrópole “ainda possui áreas muito pobres”, o que torna sua nota menor no quesito qualidade de vida – mas a capital também acaba tendo um custo de vida menor.

É preciso descer ao 60º para encontrar a próxima cidade latino-americana no ranking, Santiago (Chile). Isso porque tem uma comunidade de estudantes internacionais relativamente pequena, mas ao mesmo tempo tem muitas oportunidades de pós-graduação.

A próxima da América Latina na lista é a Cidade do México, em 68º lugar. A consultoria afirma que, embora a cidade seja “conhecida e amada” por sua comida de rua, locais históricos e vida noturna diversificada, os alunos que optam por estudar lá devem estar atentos aos altos índices de poluição e criminalidade e se preparar para lidar com essas questões.

Outras cidades latino-americanas que aparecem, além das já citadas São Paulo e Rio, são Monterrey (México) na 96ª posição; Bogotá (Colômbia), na 99ª; e Lima, na 112ª.

Também entraram pela primeira vez no ranking Quito (Equador), em 130º lugar, e Montevidéu (Uruguai), em 135º.

BBC footer (Foto: BBC)
Continue lendo

Destaque

As 10 melhores cidades do mundo onde estudar, segundo consultoria britânica; veja posições de SP e RJ

Artigo

em

Por

Londres lidera o ranking feita por consultoria britânica (Foto: Reuters via BBC News)

Londres lidera o ranking feita por consultoria britânica (Foto: Reuters via BBC News)

Assinatura BBC topo (Foto: BBC)

Londres volta a liderar a lista das melhores cidades para estudantes internacionais, segundo a edição 2023 do ranking QS Best Student Cities, elaborado pela consultoria britânica QS.

São Paulo fica em 83º lugar na lista e o Rio de Janeiro apareceu pela primeira vez na publicação, em 121º.

A cidade mais favorável para os estudantes na América Latina é Buenos Aires (Argentina), que ocupa a 23ª posição.

Para ser considerada, cada cidade deve ter uma população superior a 250 mil habitantes e abrigar pelo menos duas universidades que já constam no ranking de universidades feito pela mesma consultoria.

Outros critérios levados em consideração são quantos alunos existem naquela cidade, quantos deles são internacionais e quão inclusiva é a cidade.

Também é avaliado se a cidade é segura, se o custo de vida e moradia é adequado para um estudante, assim como as oportunidades de emprego.

Apesar do alto custo de vida e moradia, a capital do Reino Unido está no topo da lista, diz a consultoria, por ser uma “cidade diversificada e culturalmente rica que oferece aos seus alunos desde museus de renome mundial a deliciosos restaurantes multiculturais”.

A cidade abriga algumas das mais prestigiadas instituições acadêmicas do mundo, como o King’s College London e a UCL (University College London).

Em segundo lugar fica Munique (Alemanha) e em terceiro, Seul (Coreia do Sul). As três cidades no pódio mantêm a mesma posição da última edição.

As 10 melhores cidades para estudantes, segundo a QS

– Londres, Reino Unido

– Munique, Alemanha

– Seul, Coreia do Sul

– Zurique, Suíça

– Melbourne, Austrália

– Berlim, Alemanha

– Tóquio, Japão

– Paris, França

– Sydney, Austrália

– Edimburgo, Reino Unido

Destaque entre as universidades brasileiras, a USP contribui para a inclusão de São Paulo no ranking (Foto: Cecília Bastos/USP)

Destaque entre as universidades brasileiras, a USP contribui para a inclusão de São Paulo no ranking (Foto: Cecília Bastos/USP)

No Brasil

As duas cidades brasileiras que se classificaram ocupam posições na segunda metade do ranking, que tem ao todo 140 cidades.

São Paulo, no 83º lugar, tem seis universidades no ranking de melhores instituições da QS, com a USP (Universidade de São Paulo) sendo a mais bem colocada, em 115º lugar.

Além da USP, também estão no ranking da QS a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), a PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo) e outras três universidades com campi que tecnicamente ficam em outras cidades, mas com distâncias que são consideradas acessíveis pela publicação: Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) e Unesp (Universidade Estadual Paulista).

A consultoria aponta que apenas 3% dos estudantes universitários em São Paulo são internacionais, mas que a metrópole é a capital “financeira e cultural do Brasil” e tem uma “oferta generosa” de universidades de qualidade internacional.

Entre os outros critérios que colocam São Paulo na 83ª posição estão:

– o custo de vida e de estudo na capital paulista, baixo em comparação com as outras cidades globais citadas;

– a culinária na cidade, rica tanto em comida de rua como em restaurantes de diversos lugares do mundo;

– a cultura paulistana – a consultoria afirma que não falta joie de vivre (alegria de viver, em francês) na metrópole -, que inclui o Carnaval de rua, a vida noturna, os mais de 100 museus e 300 cinemas e a diversidade etnorracial da população;

– as oportunidades de emprego, com destaque para o número de vagas para pessoas com formação universitária em áreas como TI, comércio, setor financeiro e indústrias automotiva e farmacêutica – a instituição aponta, no entanto, que os estudantes internacionais precisam pelo menos de um pouco do conhecimento de português para a maioria das vagas.

Já o Rio de Janeiro entrou pela primeira vez na lista neste ano, na 121ª posição.

A consultoria aponta que há 4 universidades do seu ranking na cidade, com destaque para a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), na 333ª posição.

Como pontos positivos de estudar na metrópole, diz a consultoria, estão as “praias ensolaradas”, a “simpatia dos cariocas” e o clima quente.

Buenos Aires é a cidade mais bem colocada na América Latina (Foto: Getty Images via BBC News)

Buenos Aires é a cidade mais bem colocada na América Latina (Foto: Getty Images via BBC News)

Na América Latina

O ranking inclui 10 cidades latino-americanas, embora com desempenho desigual.

Buenos Aires lidera a lista da América Latina pelo quarto ano consecutivo, embora tenha caído um lugar em relação à edição anterior e ido para a 23ª posição.

A publicação afirma que a capital argentina é uma “cidade dinâmica, com oportunidades de crescimento e a melhor cidade para estudantes de língua espanhola”.

Buenos Aires abriga 10 universidades classificadas no ranking das melhores universidades do mundo, segundo a mesma consultoria. Outro ponto é que os alunos formados nestas instituições têm boa reputação entre os empregadores.

Em contrapartida, o ranking aponta que a metrópole “ainda possui áreas muito pobres”, o que torna sua nota menor no quesito qualidade de vida – mas a capital também acaba tendo um custo de vida menor.

É preciso descer ao 60º para encontrar a próxima cidade latino-americana no ranking, Santiago (Chile). Isso porque tem uma comunidade de estudantes internacionais relativamente pequena, mas ao mesmo tempo tem muitas oportunidades de pós-graduação.

A próxima da América Latina na lista é a Cidade do México, em 68º lugar. A consultoria afirma que, embora a cidade seja “conhecida e amada” por sua comida de rua, locais históricos e vida noturna diversificada, os alunos que optam por estudar lá devem estar atentos aos altos índices de poluição e criminalidade e se preparar para lidar com essas questões.

Outras cidades latino-americanas que aparecem, além das já citadas São Paulo e Rio, são Monterrey (México) na 96ª posição; Bogotá (Colômbia), na 99ª; e Lima, na 112ª.

Também entraram pela primeira vez no ranking Quito (Equador), em 130º lugar, e Montevidéu (Uruguai), em 135º.

BBC footer (Foto: BBC)
Continue lendo

Destaque

ribercred divulga oportunidade(s) para Consultora Comercial | Campinas/SP – adclinic.gupy.iohttps://adclinic.gupy.io/job…

Artigo

em

Por

Job description

Atendimento de excelência ao cliente presencial e por telefone, formalizar propostas digitais, implantar propostas no sistema e realizar o acompanhamento, pós venda, aberturas de tickets e acionar e fazer a triagem de clientes.

Main responsibilities

Atendimento aos clientes ;

Triagem de clientes ;

Ligações e suportes canal 0800;

Formalização de propostas digitais ;

Acompanhamento de propostas ;

Atendimento de cliente por telefone;

Abertura de chamado via movidesk

Pós-venda ;

Acionamento à clientes ;

Requirements and skills

 

  • Ensino médio Completo;
  • Pacote Office básico;
  • Habilidade para utilizar sistemas de software;
  • Capacidade de se comunicar de forma efetiva e adequando ao seu público; 

Additional information

Vaga exclusiva para pessoas com deficiência, PCD.

Salário + Benefícios;

Vale alimentação ou refeição, Vale Transporte, Convênio Médico e Seguro de vida;

Carga horária: De segunda a sexta das 08:00 as 17h com intervalo de 1h para almoço e aos sábados das 08:00 as 12h.

SEJA BEM-VINDO À RIBERCRED

A Ribercred nasceu de um propósito especial: Ser ágil em soluções financeiras.

Num ciclo de criar, planejar, realizar e melhorar vamos cumprindo com o nosso propósito de resolver rápido o problema do cliente.

Como isso acontece?



  • Com pessoas que vivem a sua melhor versão.
  • Preocupando-se com o autodesenvolvimento e crescimento profissional de seu time.
  • Um lugar com espírito de colaboração.
  • De constante experiências e aprendizados no dia a dia.
  • Espaço de expressão, transparência e comprometimento.
  • Uma equipe incrível e unida.
  • Onde o bem-estar é incentivado para o clima saudável.
  • Acreditamos que para superar limites a chave é você ousar fazer mais que o combinado.

Engajados por ir além, motivados com o infinito e em constante evolução.

 

Quer fazer parte da nosso time?

Conheça mais sobre nós

Apply!

A seleção de candidatos está sendo realizada através do site “gupy.io”. Os interessados devem acessar o site e se cadastrar neste link.

Veja mais vagas de emprego de Campinas e região no Notícias de Campinas

Continue lendo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

TAGS

+ VISTOS