Connect with us
Investigação revela bloqueio de bens do vereador Permínio por suspeita de 'rachadinha' Investigação revela bloqueio de bens do vereador Permínio por suspeita de 'rachadinha'

Destaque

Investigação revela bloqueio de bens do vereador Permínio por suspeita de ‘rachadinha’

Artigo

em

19 de janeiro de 2024 – Notícias em Foco

A justiça determinou recentemente o bloqueio dos bens do conceituado vereador Permínio Monteiro da Silva (PSB). A medida ocorre em meio a uma investigação sobre um possível esquema de ‘rachadinha’, um ato ilegal em que servidores são forçados a devolver parte de seus salários ao político que os contratou.

Contexto do Caso

Permínio, que ocupa uma posição na Câmara de Campinas, é agora alvo de um processo de responsabilidade civil por ato de improbidade administrativa. A ação foi movida pelo Ministério Público Estadual (MPSP), que também solicitou a quebra do sigilo bancário do parlamentar, do seu irmão, Alex Monteiro da Silva, e de seus assessores.

PUBLICIDADE

A investigação teve início após uma denúncia anônima, que apontava o irmão do vereador como o administrador do suposto esquema de ‘rachadinha’.

Detalhes da Decisão Judicial

O juiz Claudio Campos da Silva, da 3ª Vara da Fazenda Pública, foi quem autorizou o bloqueio dos bens e a quebra do sigilo bancário. Portanto, as contas bancárias de Permínio, seu irmão e todos os assessores comissionados de seu gabinete serão escrutinadas pelo período de janeiro de 2021 até janeiro de 2024.

PUBLICIDADE

Em sua sentença, o juiz Campos da Silva afirmou que a documentação apresentada corroborava as alegações do Ministério Público, o que justificaria a medida cautelar.

> ‘Os documentos que acompanham a inicial corroboram a plausibilidade da alegação do Parquet, razão pela qual defiro a tutela pleiteada para decretar a indisponibilidade dos bens dos requeridos’, pontuou o juiz.

PUBLICIDADE

Reação da Defesa

Ao ser procurado para comentar o caso, o assessor de Permínio orientou que todas as perguntas fossem direcionadas ao advogado Ralph Tórtima, que representa o parlamentar. Até o momento, Tórtima não retornou aos contatos da imprensa.

Impacto na Política Local

Este caso traz à tona novamente a questão da ‘rachadinha’, um problema que tem assolado diversas câmaras municipais em todo o país. No final do último ano, o MPSP arquivou um inquérito que investigava a possível participação do ex-presidente da Câmara, Zé Carlos, em um esquema semelhante. Naquela ocasião, a promotoria alegou que não havia indícios suficientes para embasar uma decisão judicial.

PUBLICIDADE

Conclusão

O caso ainda está em andamento e as investigações continuam. A decisão tomada pela justiça representa um passo importante na luta contra a corrupção. No entanto, é importante lembrar que todos são inocentes até que se prove o contrário. A comunidade aguarda ansiosamente mais atualizações sobre este caso.

Siga as notícias mais recentes sobre este caso e outros tópicos importantes nas nossas redes sociais (Instagram, YouTube, Facebook, WhatsApp e LinkedIn)

PUBLICIDADE

Tags: bensbloqueiocâmaraCampinasdesvioirmãoMPSPpermíniorachadinhasigilo bancáriovereador

Notícias Relacionadas

DPaschoal escreve nova história com venda de 70% de suas operações para grupo italiano

PUBLICIDADE

Canais virtuais tiram dúvidas sobre o IPTU de Campinas

Banco abre processo seletivo para 30 vagas de emprego em Campinas e região

PUBLICIDADE

Para informações adicionais, acesse o site

‘Este conteúdo foi gerado automaticamente a partir do conteúdo original. Devido às nuances da tradução automática, podem existir pequenas diferenças’.
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE