Connect with us
O papel essencial do gerenciamento de resíduos no combate à dengue O papel essencial do gerenciamento de resíduos no combate à dengue

Destaque

O papel essencial do gerenciamento de resíduos no combate à dengue

Por Redação

02 de abril de 2024

PUBLICIDADE

Foto: Divulgação

Em um mundo cada vez mais preocupado com a saúde e o meio ambiente, a gestão de resíduos tem se mostrado uma ferramenta poderosa no combate à dengue, uma doença que se espalha rapidamente e preocupa diversas regiões.

PUBLICIDADE

O cenário atual

No Brasil, o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, encontra no acúmulo de água parada o ambiente ideal para sua reprodução. Esta água muitas vezes é encontrada em resíduos descartados de maneira inadequada, o que torna o gerenciamento de resíduos uma estratégia crucial na luta contra a doença.

Consimares na linha de frente

O Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Campinas (Consimares) é um exemplo de organização que tem trabalhado intensivamente para combater a dengue através da gestão de resíduos. O consórcio atua em sete cidades: Capivari, Elias Fausto, Hortolândia, Monte Mor, Nova Odessa, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré.

PUBLICIDADE

> Mauricio Baroni, presidente do Consimares, ressalta que a conscientização da população é essencial. ‘Ao cuidarmos do nosso lixo estamos também protegendo nossa saúde e a de nossa comunidade contra essa doença que avança na em toda a região, Estado e País. Esse cuidado começa em casa eliminando resíduos que acumulam água, que é onde o mosquito transmissor da dengue se reproduz’, afirma Baroni.

Estratégias de prevenção

O superintendente do Consimares, Mimo Ravagnani, engenheiro agrônomo especialista na gestão de resíduos, destaca que medidas específicas devem ser adotadas no manejo de resíduos para evitar a proliferação do mosquito.

PUBLICIDADE

Recicláveis

O descarte correto dos recicláveis é essencial para evitar acúmulo de água. Isso inclui o acondicionamento adequado dos resíduos e a entrega nos locais apropriados, como pontos de coleta seletiva, LEV(s), PEV(s) e ecopontos.

“Orientamos os municípios e a população a adotarem medidas específicas no manejo de recicláveis para evitar casos de dengue’, indica Ravagnani.

PUBLICIDADE

Materiais reutilizáveis

Outra preocupação são os materiais reutilizáveis que possam acumular água, como garrafas, latas e recipientes plásticos. A população deve estar atenta e adotar medidas para evitar acúmulos de água nesses objetos.

“O lixo pode ser um grande criadouro da dengue sem o manejo correto”, alerta o especialista.

PUBLICIDADE

Dados reveladores

Estudos anteriores do Consimares revelam que bairros onde os moradores têm o hábito de fazer o descarte correto de resíduos recicláveis em ecopontos apresentaram menor índice de casos de dengue.

Cuidados com o lixo para evitar dengue:

1. Mantenha o quintal sempre limpo, livre de qualquer tipo de resíduo que possa acumular água.
2. Não deixe resíduos recicláveis (recipientes de plástico, vidro, alumínio) no quintal. O correto é levar esses materiais até os pontos de entrega voluntária de resíduos ou ecopontos.
3. Caso a sua cidade tenha coleta seletiva porta a porta, junte os recicláveis em um saco, feche, e deixe em local protegido da chuva até o dia da coleta.
4. O lixo orgânico deve ser colocado em sacos plásticos fechados que, também, devem ficar em local protegido da chuva até o caminhão da coleta passar.
5. Pneus devem ser armazenados em locais protegidos da chuva. Caso não tenha mais serventia, descarte em ecopontos.
6. Não jogar qualquer tipo de lixo na rua ou em terreno baldio.

PUBLICIDADE

Ao adotar essas medidas, todos podemos contribuir para o combate à dengue e para a manutenção de uma cidade mais limpa e sustentável.

Para informações adicionais, acesse o site

PUBLICIDADE
‘Este conteúdo foi gerado automaticamente a partir do conteúdo original. Devido às nuances da tradução automática, podem existir pequenas diferenças’.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE