Quer receber as principais Notícias de Campinas e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.
Rompimento da Barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, em janeiro de 2019, maior acidente de trabalho da história do país. Foto: Corpo de Bombeiros MG

Rompimento da Barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, em janeiro de 2019, maior acidente de trabalho da história do país. Foto: Corpo de Bombeiros MG

Os bombeiros de Minas Gerais localizaram nesta quinta-feira, 11, mais um corpo na área atingida pela lama da barragem da Vale que se rompeu em Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte, em 25 de janeiro. As buscas por vítimas somam, nesta quinta-feira, 168 dias.

O último levantamento da Defesa Civil do Estado aponta para 248 mortos e 22 desaparecidos na tragédia. O corpo encontrado nesta quinta ainda não faz parte do balanço, por precisar passar por identificação do Instituto Médico Legal (IML), para onde já foi encaminhado.

Leia também:
CPI vai até Brumadinho para ouvir atingidos por rompimento da barragem
IML identifica 217ª vítima do rompimento de Brumadinho

Segundo os bombeiros, o corpo foi localizado em área chamada de Remanso 2, que, de acordo com a corporação, “foi elencada como de alta relevância graças ao complexo trabalho de modelos preditivos e cruzamento de dados que é realizado pelo Corpo de Bombeiros Militares de Minas Gerais”.

A Remanso 2 fica próxima à área administrativa que havia próxima à barragem. O corpo foi encontrado, sem uma das pernas, a três metros de profundidade, segundo os bombeiros. O estado de decomposição não permitiu, inicialmente, identificar o sexo da vítima.

Artigos relacionados
Carregar mais por Redação
Carregar mais em Brasil

Deixe uma resposta

Leia também

Confidencial está com vaga(s) de emprego para Enfermeiro Educação Continuada

Capacitar os funcionários recém contratados na execução dos trabalhos de enfermagem, de ac…