Hospital Mário Gatti, em Campinas — Foto: Reprodução/EPTV

Campinas (SP) registra taxa de ocupação de 65,58% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para tratamento da Covid-19 nesta segunda-feira (14). De acordo com a prefeitura, a cidade conta com um total de 308 leitos nas redes pública e particular, sendo que 202 estão preenchidos e 106 estão livres.

Já no Departamento Regional de Saúde da 7ª região (DRS-7), com sede em Campinas, a taxa de ocupação dos leitos de UTI ficou em 53,6% nesta segunda. [Confira os detalhes ao longo da reportagem]

Veja a situação em cada rede:

  • SUS Municipal: 141 leitos no total, dos quais 93 estão ocupados, o que equivale à taxa de 65,9%. Há 48 leitos vagos.
  • SUS Estadual (AME + HC da Unicamp): 63 leitos, sendo 41 preenchidos, o que corresponde a 65%. Há 22 leitos livres.
  • Particular: dos 104 leitos, 68 estão ocupados, o equivalente a 65,3%. Há 36 leitos vazios.

Durante a coletiva em que a prefeitura apresentou novos dados do coronavírus, o secretário de Saúde, Carmino de Souza, falou sobre a queda na média de novos casos, mortes e internações, e disse que, aos poucos, a cidade está estabilizando também a oferta de leitos para outras doenças.

“A ocupação dos leitos Covid tem ficado em torno de 60, 65%, e a UTI não Covid na faixa de 70, 75%. Nós pretendemos chegar aos 90 leitos não Covid no fim deste mês. Estamos com aproximadamente 70”, disse.

Leitos de UTI para Covid-19 em Campinas
Gráfico interativo: amplie e clique na linha para visualizar números completos e as datas
Fonte: Prefeitura de Campinas

Somados, SUS Municipal e Estadual têm 70 leitos livres nesta segunda-feira, e 134 estão ocupados. A oferta de vagas em hospitais de gestão estadual é de 63. Veja, abaixo, o cenário da rede pública ao longo da pandemia.

Leitos de UTI Covid x taxa de ocupação no SUS em Campinas
Gráfico interativo: amplie e clique na linha para visualizar números completos e as datas
Fonte: Prefeitura de Campinas

Casos de Covid-19

Campinas confirmou na tarde desta segunda mais cinco mortes por coronavírus, o que fez o total chegar a 1.125 desde o início da pandemia. Além disso, o boletim da administração mostra mais 85 moradores infectados e, com isso, a soma aumentou para 30.345.

Os novos casos e mortes contabilizados pelo governo municipal não significam, necessariamente, que ocorreram de um dia para o outro, mas sim que foram registrados no sistema nas últimas 24 horas, após resultado dos exames.

Queda na ocupação de leitos no DRS-7

O Governo do Estado de São Paulo anunciou nesta segunda-feira que a taxa de ocupação dos leitos de UTI ficou em 51%, a menor desde o início da pandemia. No DRS-7, que abrande Campinas e mais 41 municípios, a taxa é de 53,5% para os leitos de terapia intensiva. No caso das enfermarias, o índice é de 34,7%.

Os dados são da Fundação Seade. De acordo com o estado, todas as regiões seguem com tendência de queda em número de casos, mortes e internações.

Na regional de saúde de Campinas também houve queda de 11,1% na variação semanal de novas internações, foram 96 nesta segunda.

Formas erradas e corretas de usar máscara de proteção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

CORONAVÍRUS

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Um comentário

  1. Josphine Delfavero

    09/21/2020 at 9:42 am

    this is very nice for look wise as well as works well

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Em meio à pandemia, área da saúde tem saldo positivo em contratações

Publicidade – Anuncie aqui também! Publicidade – Anuncie aqui A área da saúde …