Quer receber as principais Notícias de Campinas e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.

Por cinco votos a 2, a Comissão de Constituição e Legalidade deu sinal verde para o prosseguimento do pacote de bondades da Câmara de Campinas que vai gerar gastos aos cofres públicos. Apenas os vereadores Luiz Cirilo (PSDB) e Vinicius Gratti (PSB) votaram contrários às propostas. A primeira dará tíquete de R$ 1,3 mil/mês a 240 assessores e a segunda irá reduzir a carga-horária dos servidores efetivos de 40 para 30 horas sem reduzir salário.

Só com o tíquete a Câmara terá um custo a mais de R$ 3,8 milhões.

Deram parecer favorável ao projeto: Marcelo Silva (PSD), Zé Carlos (PSB), Permínio Monteiro (PV), Carlão do PT, e Carmo Luiz (PSC).

Gratti deu parecer contrário ao tíquete, mas Zé Carlos disse que não era o caso de avaliar o mérito e sim a legalidade e apresentou um outro relatório – que, claro, foi aprovado.

Os projetos agora vão para o plenário.

Artigos relacionados
Carregar mais por Redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

Para Observatório da Mobilidade, monotrilho não é a melhor solução de transporte para Florianópolis

Monotrilho de Shenzen, China, operado pela BYD Para coordenador Bernardo Meyer, alternativ…