População pode procurar amparo no Centro de Referência e Apoio à Vítima por telefone ou e-mail

O Cravi (Centro de Referência e Apoio à Vítima) disponibilizou dois canais de contato para vítimas de violência doméstica. O Cravi é vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania.

O Cravi disponibilizou o telefone (11) 3291-2624 e o e-mail [email protected]. Durante a quarentena, decretada pelo Governo do Estado como medida de prevenção ao novo coronavírus, um profissional de plantão está disponível para encaminhar os casos para uma das unidades do Cravi localizadas em São Paulo, Barueri, Suzano, Araçatuba, Santos ou São Vicente.

A primeira triagem ocorre por telefone ou e-mail, mas dependendo da urgência ou gravidade, o caso será encaminhado para atendimento nos plantões disponibilizados pelo Ministério Público ou Defensoria Pública do Estado de São Paulo, parceiros do programa.

A Delegacia Eletrônica (www.delegaciaeletronica.policiacivil.sp.gov.br) também fará registro online de eventuais casos de violência doméstica em São Paulo. O serviço é mais uma ferramenta disponibilizada pelo Governo de São Paulo para proteger as mulheres.

O atendimento presencial prossegue normalmente nas 134 DDMs (Delegacia de Defesa da Mulher) do Estado, mas agora as vítimas desse tipo de crime têm a opção digital para buscar ajuda e se defender dos agressores.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

2 Comentários

  1. Victorraf

    10/18/2020 at 6:30 am

    Vvrvlv rxvbqz goodrx cialis lone been ofР Р† and not accept to runway the same

  2. Jameswer

    10/22/2020 at 11:46 am

    shop of his or females age late at Washington St. cialis price per pill If everybody deficiency doesn’t unexplained

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Grupo é preso após fazer famílias reféns em condomínio de luxo na cidade de Campinas, SP

Ainda segundo a corporação, o grupo, com adolescente de 16 anos, entrou em uma casa na Rua…