Anúncio

Felipe Beloto durante a cerimônia fez a entrega de uma camisa do União São João ao homenageado.

Por Nilsinho Zanchetta – Diretoria de Comunicação da CMA

O Pirassununguense Antonio Luis Tuckumantel, delegado titular da Delegacia Seccional de Limeira (SP), responsável pela Polícia Civil, dos municípios de Araras, Cordeirópolis, Iracemápolis, Leme, Santa Cruz da Conceição e Pirassununga, recebeu na noite da última sexta-feira (14), em solenidade no Plenário “Vereador Bruno Moysés Batistela”, na Câmara Municipal de Araras, o título de cidadão ararense do vereador Felipe Dezotti Beloto (PL), conforme decreto legislativo nº 17 de 12 de novembro de 2019.

O evento foi presidido pelo próprio proponente da homenagem, o vereador Felipe Dezotti Beloto e contou com a presença dos vereadores Romildo Benedito Borelli (PSD) – Baiano da Farmácia – e Marcelo de Oliveira (Republicanos), além do secretário de Segurança Pública e Defesa Civil do Município de Araras, Wanderleim Geraldo Junior, representando o Prefeito Municipal de Araras, Rubens Franco Junior, do delegado titular de Araras, Edgar Albanez, demais delegados, vereadores de cidades da região, autoridades, familiares e amigos do homenageado.

Para Felipe, a cidade de Araras sente-se honrada em prestar essa homenagem ao delegado Tuckumantel. “É com muita alegria que estamos entregando nesta noite essa comenda ao delegado seccional de Limeira Dr. Antonio Luis Tuckumantel, uma pessoa íntegra e de carreira exemplar, nós queremos agradecer pelos relevantes serviços prestado a nossa comunidade desde 1978, especialmente no âmbito da segurança”, discursa.

Felipe Beloto durante a cerimônia fez a entrega de uma camisa do União São João de Araras ao homenageado. “Sei que o senhor é são paulino igual a mim, mas quero fazer a entrega desta linda camisa do nosso time de Araras, o União São João e dizer que o São Paulo sempre foi freguês do União”, brinca Beloto.

O homenageado agradeceu o presente e também brincou com a situação. “Verdade sempre acompanhei jogos no Estádio Hermínio Ometto, trouxe meus filhos aqui para assistir aos jogos do São Paulo, o União sempre teve grandes times, agora serei mais um torcedor do União, essa camisa terá um lugar especial em minha casa, não esquecerei mais de Araras”, disse Tuckumantel.

Para Tuckumantel receber a cidadania ararense é motivo de muita honra. “Quero dizer que estou muito feliz em receber essa nobre honraria, adoro essa cidade, tive o prazer de viver aqui e quero confessar que meu pai também morou por muito tempo aqui em Araras”, discursa Tuckumantel que também possui a cidadania Limeirense, Lemense e Santa Cruzense.

A esposa Maria Silvia Luccas Tuckumantel agradeceu a homenagem e elogiou o marido. “Tudo que está sendo dito aqui nesta noite é merecido, meu marido é um homem honrado, digno, excelente pai e um profissional extremamente dedicado, nunca faltou ao trabalho, nem mesmo quando esteve doente, ele sempre coloca a polícia em primeiro lugar”, pondera.

Natural de Pirassununga-SP, Antonio Luis Tuckumantel é pai de quatro filhos: Ivan, Elton, Renan e Marcio e tem quatro netos: Davi, Miguel, Rafael e Sofia.

Tuckumantel iniciou a carreira profissional como Técnico de som na Rádio Difusora AM 1290 de São José do Rio Pardo nos anos 70. Paralelo ao trabalho na emissora, formou-se no curso de Filosofia na Faculdade de Ciências e Letras de São José do Rio Pardo e depois em Direito na Faculdade de São João da Boa Vista.

Em 1978, ingressou na Polícia Civil do Estado de São Paulo, na função de Investigador, exercendo a carreira em Araras-SP, onde ficou por sete anos, até 1985, mesmo ano em que foi aprovado em concurso público, iniciando a carreira de Delegado de Polícia.

Na função de delegado, atuou nas cidades paulistas de São Paulo, Campinas, Casa branca, Mogi-Guaçu, Leme, Rio Claro e Limeira. O sucesso como delegado, fez Tuckumantel receber vários prêmios, como o Diploma de Gratidão da Cidade de Limeira e a Medalha de Mérito Cívico XV de Setembro “Ordem Tatuiby” também em Limeira. Além do Grã-Colar “Libertadores da América” da Câmara Brasileira de Cultura, no Memorial da América Latina, em São Paulo. Em 2003, foi agraciado com o Título de Cidadão Limeirense.

Tuckumantel concluiu o Curso Superior de Polícia realizado pela Academia de Polícia de São Paulo com intercâmbio com a Polícia de Joanesburgo na África do Sul, onde esteve no ano de 2011. De volta ao Brasil, foi Professor de Direito na UNIFIAN em Leme-SP e no ISCA Faculdades em Limeira.

Atualmente exerce a carreira de Delegado de Classe Especial na Delegacia Seccional de Limeira, comandando as cidades de Araras, Conchal, Cordeirópolis, Iracemápolis, Leme e Santa Cruz da Conceição. Na carreira possui atuação de destaque, concluindo inquéritos policiais em menos de um mês, recebendo elogios até da Assembleia Legislativa de São Paulo. Foi o responsável por solucionar inúmeros casos de grande repercussão, como roubos, furtos, extorsões e homicídios, entre eles, um crime de grande repercussão nacional.

Também foi o responsável pelo trabalho de cadastramento dos flanelinhas e vigilantes de Limeira em 2002, cuja a ação gerou maior controle de pessoas que se utilizavam deste tipo de atividade para cometimento de pequenos delitos e eventuais constrangimento.

Também em Limeira, Tuckumantel propôs a implantação de portais na cidade para coibir a criminalidade e monitorar digitalmente o acesso de veículos e pessoas oriundos de outros municípios.

Em 2018 foi nomeado Diretor do Departamento de Polícia Judiciária do Interior – DEINTER 9 – com sede em Piracicaba-SP, onde é o responsável pela gestão de 52 cidades, exercendo a função de diretor, focando seu trabalho principalmente no combate aos furtos e roubos de veículos nas cidades da região. No DEINTER 9, reativou o GOE – Grupo de Operações Especiais da Polícia civil.

Tuckumantel foi o grande responsável pela criação do grupo especializado na investigação de roubos a banco e explosões de agências bancárias e caixas eletrônicos, com atuação em toda a área Territorial do Departamento de Piracicaba. Mais recentemente, coordenou, enquanto Delegado Seccional, as equipes da Polícia Civil para o esclarecimento de forma célere de crimes igualmente de grande repercussão.

Participou da implantação do projeto pioneiro no Estado de São Paulo, conhecido como “Botão do Pânico”, que contou com a participação dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, das cidades de Limeira e Piracicaba.

Criou o Projeto denominado “Vigilante Noturno” em Limeira, o qual consiste no cadastramento dos vigilantes noturnos, trabalhando junto as Forças de Segurança do Município.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Fim de semana tem Guarani, Ponte e Série A na CBN

O presidente do Conselho de Administração do Guarani, Ricardo Moisés, o presidente do Cons…