Connect with us

Notícias

Fiscal de trânsito filma ameaça de morte recebida de motorista de aplicativo: ‘Vai tomar um tiro na cara’; veja vídeo

Artigo

em

Veja registro de homem ameaçando agente da Emdec para não receber multa em Campinas
Veja registro de homem ameaçando agente da Emdec para não receber multa em Campinas

Veja registro de homem ameaçando agente da Emdec para não receber multa em Campinas

Um fiscal de trânsito de Campinas (SP) gravou, com uma câmera presa ao uniforme, a ameaça de morte que sofreu de um motorista de aplicativo na noite desta terça-feira (20). As imagens, divulgadas nesta quarta (20), mostram o rosto do agressor, que insinua ter uma arma e ameaça o profissional caso ele aplique uma multa. Veja o flagrante no vídeo acima.

“Se você embaçar na minha mão uma vez, você vai tomar um tiro na cara. E se você duvidar, você vai tomar agora”, disse o motorista.

Motorista de aplicativo ameaça agende de trânsito de morte em Campinas para não ser multado — Foto: Reprodução/EPTV

O caso foi às 19h40 na área de embarque e desembarque na Rodoviária da metrópole. Segundo informações registradas no vídeo, o condutor do veículo de transporte de passageiros reclamou sobre a abordagem do agente após ter parado o carro em uma vaga rápida de 15 minutos. O profissional afirmou na gravação que se tratava de uma vaga para deficientes e idosos.

“Da próxima vez que eu encostar meu carro ali, mano, você deixa eu pegar meu passageiro e ir embora. Tá ligado? Mano, se você duvidar de mim, você vai tomar um tiro na cara e aí você pode chamar […] quem você quiser. Aqui não tem medo de ninguém não. Se você duvidar, você vai morrer”, completou.

O agressor disse, ainda, que voltaria ao terminal na mesma noite para pegar outro passageiro, passou o número da placa e disse ao agente de trânsito que fique longe e voltou a ameaçá-lo de morte se receber multa. Ele já havia sido autuado em outra ocasião próximo à rodoviária. “Se chegar um papel de multa na minha casa, você vai morrer”.

Motorista de transporte por aplicativo que ameaçou agente de trânsito em Campinas para não receber multa — Foto: Reprodução/EPTV

Emdec apura fatos

O agente trabalha na Empresa Municipal de Desenvolvimento (Emdec) da metrópole, que abriu uma ocorrência interna para apurar os fatos.

A câmera usada não faz parte do uniforme do profissional; a empresa informou ao G1 que até estuda inserir o equipamento futuramente, mas sem previsão.

O profissional decidiu por conta própria registrar o fato diante da gravidade da ameaça, segundo a Emdec. Um boletim de ocorrência na Polícia Civil deve ser feito nesta quarta.

“Importante ressaltar que em situações de agressões verbais (xingamentos) e física, os colaboradores (agentes da Mobilidade Urbana) têm acolhimento e apoio da Empresa. O procedimento é que eles acionem a Central para que o Líder ou chefe do agente vá até o local da ocorrência prestar apoio. Neste momento, é feita uma avaliação para verificar os procedimentos necessários. O chefe acompanha o funcionário em caso de necessidade de Boletim de Ocorrência e, também, aciona o nosso Jurídico, que mantém plantão 24 horas, para esse tipo de atendimento”, informou a Emdec em nota.

Veja a reportagem completa no vídeo abaixo.

Vídeo mostra motorista de aplicativo ameaçando agente da Emdec em Campinas
Vídeo mostra motorista de aplicativo ameaçando agente da Emdec em Campinas

Vídeo mostra motorista de aplicativo ameaçando agente da Emdec em Campinas

VÍDEOS: veja o que é destaque na região de Campinas

Destaque

Eleições 2022: região de Campinas tem 10,6 mil eleitores excluídos de votações por cancelamento do título; saiba como re…

Artigo

em

Por

10,6 mil eleitores deixaram de regularizar o título na região de Campinas — Foto: Aloisio Mauricio/ FotoArena/Estadão Conteúdo

A região de Campinas (SP) tem 10,6 mil eleitores excluídos das votações nas eleições 2022 porque deixaram de regularizar o título no prazo estipulado em lei, até 4 de maio, e tiveram os documentos cancelados, segundo estatísticas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP). O levantamento considera as 31 cidades da área de cobertura do g1 Campinas. Veja abaixo dados de cada município.

Os eleitores que precisam regularizar o título a partir de novembro são os que não votaram nem justificaram por três turnos consecutivos. Confira abaixo orientações da Justiça Eleitoral.

Variações

O primeiro turno está marcado para 2 de outubro e as estatísticas do tribunal mostram que Hortolândia é a cidade com maior número de eleitores sem regularizar, um total de 1.737.

Cidade mais populosa, Campinas totaliza 195 títulos cancelados, enquanto Lindóia é a que acumula o número mais baixo , com 2 eleitores. Confira tabela com dados de cada município.

Os dados do TRE-SP mostram que o total de eleitores sem regularizar título para o pleito deste ano é 63,7% inferior aos 29,2 mil contabilizados em 2020, quando as eleições municipais foram realizadas no primeiro ano da pandemia de Covid-19. Por outro lado, a quantidade é 43 vezes maior que os 244 de 2018.

Eleitores com título cancelado

Cidade 2018 2020 2022
Águas de Lindoia 1 121 4
Americana 17 1.954 54
Amparo 3 483 443
Artur Nogueira 5 276 255
Campinas 77 12.140 195
Espírito Santo do Pinhal 3 391 382
Estiva Gerbi 3 56 48
Holambra *dado indisponível 99 94
Hortolândia 28 1.917 1.737
Indaiatuba 31 1.743 1.682
Itapira 3 599 590
Jaguariúna 2 361 318
Lindoia * dado indisponível 56 3
Louveira 5 287 12
Mogi Guaçu 11 1.244 1.133
Mogi Mirim 5 686 699
Monte Alegre do Sul 1 40 35
Monte Mor 6 468 446
Morungaba 1 83 84
Paulínia 4 680 604
Pedra Bela 1 28 25
Pedreira 1 450 377
Pinhalzinho * dado indisponível 90 85
Santo Antônio de Posse 2 173 146
Santo Antônio do Jardim * dado indisponível 41 41
Serra Negra 1 245 5
Socorro * dado indisponível 236 223
Sumaré 18 2.714 51
Tuiuti 4 48 36
Valinhos 7 861 802
Vinhedo 4 697 14
Total 244 29.267 10.623

Desencanto com a política?

O cientista político Vitor Barletta Machado avaliou que o cancelamento de títulos reflete, em parte, o desencanto de eleitores com a política.

“Indica que as pessoas que estão apartadas do processo eleitoral, ou seja, são pessoas que não se importam em participar das eleições e, por conta disso, vão deixando o título de lado. Não justificam quando não votam, e esse título acaba cancelado. O fato de ter um número grande de pessoas nessa situação revela um pouco desse cenário de desencanto com a política que tomou conta da população nos últimos tempos. Claro que se olhar os dados de 2020, em comparação aos de agora, teve uma diminuição e revela que as pessoas de um período para outro decidiram que pode ser necessário participar”, ressaltou.

Já a assessoria do tribunal alegou que não é possível considerar um motivo específico para a variação dos dados nos municípios ao longo dos anos.

“Tal avaliação implicaria análise de diversos aspectos, como o município já ter passado por revisão biométrica, a realização do atendimento exclusivamente online em 2020, a suspensão do cancelamento de títulos em decorrência da pandemia, entre outros. Além disso, há que se considerar fatores externos à Justiça Eleitoral, como a existência de municípios com grande população flutuante”, diz texto.

Orientações

O TRE-SP destacou que o cadastro nacional de eleitores será reaberto para regularização a partir de 8 de novembro. Ela pode ser realizada de forma online por meio do Título-net ou presencialmente no cartório eleitoral do endereço do eleitor, mediante agendamento, informou a assessoria.

O eleitor que estiver com o título cancelado pode ser impedido de: obter passaporte; receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público; participar de concorrência pública; obter empréstimos em bancos públicos e celebrar contratos com eles; de inscrever-se em concurso para cargo ou função pública, e ser investido ou empossado; de renovar matrícula em unidade de ensino oficial ou fiscalizada pelo governo; e ter certidão de quitação eleitoral.

Documentos aceitos na votação

  • Carteira de identidade
  • Identidade social
  • Passaporte ou documento de valor legal equivalente, inclusive carteira de cartegoria profissional reconhecida por lei
  • Certificado de reservista
  • Carteira de trabalho
  • Carteira nacional de habilitação (CNH)

Eleitorado e urnas na região

O total de moradores aptos a votar na região subiu 3,4% entre 2020 e este ano – passou de 2,46 milhões para 2,55 milhões. A expectativa é de que, juntas, as 31 cidades usem pelo menos 7,3 mil urnas, sem considerar um acréscimo de quase 15% por conta de equipamentos reservas.

Campinas (SP), Sumaré (SP) e Indaiatuba (SP) são as cidades com maiores eleitorados.

A região totaliza 816 locais de votação. Veja abaixo tabela com detalhes sobre eleitorado, além dos número de urnas e locais de votação, e confira as principais datas do calendário eleitoral.

Quantidade de urnas aumentam na região de Campinas

Cidade Eleitorado 2020 Urnas 2020 Eleitorado 2022 Locais de voto 2022 Urnas 2022
Águas de Lindoia 14.816 32 14.928 5 48
Americana 175.416 251 180.219 59 513
Amparo 56.932 148 57.480 21 166
Artur Nogueira 37.609 95 38.456 10 113
Campinas 843.433 2.199 878.717 263 2.494
Espírito Santo do Pinhal 33.790 74 33.828 14 111
Estiva Gerbi 9.209 22 9.442 3 27
Holambra 11.751 30 12.290 4 35
Hortolândia 157.960 395 165.268 46 450
Indaiatuba 177.168 440 188.286 53 554
Itapira 56.941 140 57.489 21 160
Jaguariúna 42.996 109 44.995 13 138
Lindoia 5.831 13 5.927 3 20
Louveira 34.897 90 37.312 12 100
Mogi Guaçu 117.152 293 119.695 37 343
Mogi Mirim 70.434 189 71.328 22 212
Monte Alegre do Sul 6.465 17 6.591 5 22
Monte Mor 45.959 118 47.499 23 151
Morungaba 10.673 28 10.759 5 31
Paulínia 79.885 193 84.252 23 228
Pedra Bela 5.154 13 5.212 2 14
Pedreira 34.887 90 35.328 13 108
Pinhalzinho 11.659 32 11.749 6 35
Santo Antônio de Posse 16.831 43 17.082 6 53
Santo Antônio do Jardim 5.432 12 5.445 3 18
Serra Negra 23.069 55 23.408 16 82
Socorro 31.015 83 31.383 15 93
Sumaré 189.410 479 198.403 56 565
Tuiuti 5.450 14 5.518 3 16
Valinhos 93.193 239 96.406 33 272
Vinhedo 59.983 153 63.005 21 170
Total 2.465.400 6.089 2.557.700 816 7.342

Calendário eleitoral

  • 15 de agosto: último dia para o registro de candidaturas;
  • 16 de agosto: início da propaganda eleitoral, inclusive na internet;
  • 26 de agosto a 29 de setembro: propaganda eleitoral gratuita em rádio e TV;
  • 30 de setembro: último dia para a veiculação de propaganda na imprensa escrita;
  • 1º de outubro: último dia para veiculação de propaganda eleitoral;
  • 2 de outubro: primeiro turno de votação
  • 3 de outubro: retomada da propaganda eleitoral (2º turno)
  • 7 de outubro: retomada da propaganda eleitoral gratuita em rádio e TV (2º turno)
  • 29 de outubro: último dia para veiculação de propaganda eleitoral (2º turno)
  • 30 de outubro: segundo turno de votação
  • As eleitas e os eleitos receberão a diplomação até 19 de dezembro de 2022.

VÍDEOS: tudo sobre Campinas e região

Continue lendo

Destaque

Violeiro e escritor lança livro no Centro Cultural Casarão, em Campinas

Artigo

em

Por

Livro será lançado no Centro Cultural Casarão, em Campinas (SP) — Foto: Fabiana Ribeiro

O Centro Cultural Casarão, em Campinas (SP), recebe neste sábado (13) o violeiro, escritor e contador de histórias Paulo Freire para o lançamento de seu livro “Selva”. O romance acompanha trilha sonora do autor, que vai tocar músicas de personagens e contar causos que conduziram as aventuras escritas. A entrada do evento é gratuita.

Com trabalho baseado na tradição oral, tanto na música como nos causos, Freire explora diferenças entre a vida na cidade grande e o sertão brasileiro, além de detalhes das relações humanas. A apresentação está marcada para as 20h.

O encontro entre Selva, uma jovem paulista apaixonada por plantas medicinais, e Teófilo, um mestre do sertão, constrói uma trama cheia de reviravoltas em meio às buscas pessoais de cada personagem.

Em meio a ponteados de viola, são narradas histórias como a trajetória de Teófilo durante a epidemia de febre amarela no interior de São Paulo, até ir trabalhar no cais do porto de Ilhéus.

Também são contadas as histórias da velha Luduvina no enfrentamento com empresas de mineração e carvão, além das descobertas da jovem Selva pelo país, que constituem o fio condutor do romance.

Lançamento do livro “Selva”

  • Data: sábado, 13 de agosto
  • Horário: 20h
  • Local: Centro Cultural Casarão
  • Endereço: Rua Maria Ribeiro Sampaio Reginato, s/n, Residencial Terras do Barão – distrito de Barão Geraldo

VÍDEOS: tudo sobre Campinas e região

Continue lendo

Destaque

‘A Bela e a Fera

Artigo

em

Por

Teatro do Shopping Iguatemi, em Campinas — Foto: Reprodução / EPTV

Uma releitura do clássico infantil “A Bela e a Fera” chega aos palcos em formato musical no mês de agosto, no teatro do Iguatemi Shopping, em Campinas (SP). Serão duas apresentações, uma no sábado (20) e outra domingo (21).

Os ingressos podem ser adquiridos pela internet e custam entre R$ 65 e R$ 130. A atração começa às 15h e a abertura dos portões ocorre uma hora antes, às 14h.

A releitura do clássico francês conta a história de Bela, uma camponesa de uma pequena aldeia que se oferece em troca da liberdade do pai, capturado pela Fera. No castelo, rodeada de objetos mágicos, Bela descobre a verdadeira identidade da Fera, um príncipe que busca o amor verdadeiro para conseguir voltar à forma humana.

O espetáculo é cantado e tocado ao vivo. O elenco é composto por 30 atores, cantores e bailarinos e a atração possui mais de 200 figurinos, cenários grandiosos e projeções em vídeo mapping 3D. A produção é da BRZ produções.

Musical ‘A Bela e a Fera’

  • Onde: Teatro Oficina do Estudante Iguatemi
  • Endereço: Av. Iguatemi, 777, Vila Brandina – Campinas/SP
  • Quando: sábado e domingo, 20 e 21 de agosto
  • Horário: abertura das portas às 14h e início do espetáculo às 15h
  • Ingressos: entre R$ 65 e R$ 130 e podem ser adquiridos pela internet
  • Classificação: Livre

VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e região

Continue lendo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

TAGS

+ VISTOS