Governo negava aumento

Na semana passada, médicos de 14 hospitais já haviam alertado para o aumento de internações por Covid-19 na rede privada da cidade de São Paulo. No entanto, o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, negou na quinta-feira (12) que os números estivessem subindo.

“Todas as internações que acontecem no estado de São Paulo, seja no ambiente público, seja no ambiente privado, são notificadas para os nossos órgãos reguladores dentro da secretaria de estado da Saúde. Então nós trabalhamos com números oficiais. Estes números oficiais não revelam o que foi exposto pela mídia”, disse na ocasião.

Além do relatos da rede privada na capital, dados oficiais divulgados pelo governo do estado para todo o sistema de saúde na Grande São Paulo já apontavam para aumento na média móvel de internações em novembro, em comparação a outubro.

O prefeito de São Paulo e candidato à reeleição, Bruno Covas (PSDB), também negou que as internações estivessem subindo.

“O que nós temos são alguns dados específicos de alguns hospitais privados, que recebem inclusive muita gente de fora de São Paulo, então portanto isso não reflete a evolução da pandemia na cidade. Os números agregados da cidade de São Paulo mostram que não há nenhum recrudescimento da doença. A gente continua a abaixar os índices aqui”, afirmou na sexta-feira (13).

Em nota, o governo de São Paulo disse que “na coletiva de imprensa na última quinta-feira (12), fora esclarecido que ainda era precoce falar em aumento, pois os dados globais da rede de saúde ainda não indicavam este cenário, sendo dever da Secretaria de Estado da Saúde monitorar e analisar tecnicamente dados reportados à pasta antes de qualquer divulgação, prezando pela veracidade, precisão e transparência nas informações”.

A reclassificação das regiões do estado de São Paulo no plano de reabertura da economia durante a pandemia do coronavírus estava prevista para acontecer nesta segunda-feira (16), mas foi adiada para o dia 30 de novembro.

Segundo a gestão estadual, o motivo é o apagão de dados que gerou instabilidade do sistema Sivep-Gripe do Ministério da Saúde no dia 5 de novembro. Na ocasião, o Governo do estado de São Paulo chegou a ficar cinco dias sem atualizar os dados da Covid-19.

“A falta de informações sobre casos e óbitos durante 6 dias da semana passada, causada por uma pane no sistema do ministério da saúde e que agora, a partir dessa semana aparentemente estará já solucionado, mas a pane afetou a normalização dos dados em todo o Brasil e aqui em São Paulo em especial. Por esta razão estamos adiando a atualização do plano São Paulo para o dia 30 de novembro”, disse o governador João Doria (PSDB).

O Plano São Paulo regulamenta a quarentena em todo o estado, classifica as regiões do estado em cores, determinando quais locais podem avançar nas medidas de reabertura da economia. Os critérios que baseiam a classificação das regiões, são:

  • Ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs);
  • Total de leitos por 100 mil habitantes;
  • Variação de novas internações, em comparação com a semana anterior;
  • Variação de novos casos confirmados, em comparação com a semana anterior;
  • Variação de novos óbitos confirmados, em comparação com a semana anterior.
  • Na fase verde também é considerado óbitos e casos para cada 100 mil habitantes.
  • Regiões que atingirem as fases 3 (Amarela) ou 4 (Verde) permanecerão nessas fases desde que tenham indicadores semanais inferiores a 40 internações por Covid-19 a cada 100 mil habitantes e 5 mortes a cada 100 mil habitantes.

Atualmente, o estado possui onze regiões estão na fase amarela e seis na verde.

Fase amarela: Araraquara; Araçatuba; Bauru; Franca; Marília; São João da Boa; Vista; São José do Rio Preto; Presidente Prudente; Ribeirão Preto; Registro; Barretos.

Fase verde: Grande SP inteira, incluindo capital; Taubaté; Campinas; Piracicaba; Sorocaba; Baixada Santista.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

8 Comentários

  1. Klara Fannell

    11/19/2020 at 12:52 am

    do yourself a favor

  2. berkey

    11/29/2020 at 3:43 am

    Nice post. I was checking constantly this blog and I’m impressed! Extremely helpful info specially the last part 🙂 I care for such information a lot. I was looking for this certain information for a long time. Thank you and good luck.|

  3. thefeed

    12/23/2020 at 9:21 pm

    Thank you for the good writeup. It in fact was a amusement account it. Look advanced to far added agreeable from you! By the way, how can we communicate?|

  4. feed

    12/24/2020 at 7:33 pm

    I am in fact grateful to the holder of this site who has shared this impressive post at here.|

  5. thefeed

    12/25/2020 at 10:57 am

    When I initially commented I clicked the “Notify me when new comments are added” checkbox and now each time a comment is added I get three e-mails with the same comment. Is there any way you can remove me from that service? Bless you!|

  6. thefeed

    12/26/2020 at 1:13 am

    I think the admin of this site is actually working hard in support of his website, for the reason that here every information is quality based stuff.|

  7. This page really has all of the information and facts I needed about this subject and didn’t know who to ask. |

  8. superbeets

    01/15/2021 at 5:41 pm

    Please let me know if you’re looking for a writer for your site. You have some really good posts and I think I would be a good asset. If you ever want to take some of the load off, I’d really like to write some content for your blog in exchange for a link back to mine. Please send me an email if interested. Kudos!|

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Prefeitura de Americana habilita empresa Sancetur em licitação para o transporte coletivo do município

Publicado em: 23 de janeiro de 2021 Foto: José Eduardo Garcia Pontual / Ônibus Brasil Empr…