Entrega de 24 aparelhos foi feita pela Samsung Brasil; equipamentos serão usados para auxiliar equipes médicas da UTI COVID

O Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) recebeu, na última sexta-feira (22), a doação de 24 tablets da Samsung Brasil. Os aparelhos serão usados para auxiliar as equipes médicas e multiprofissionais da UTI COVID, na conexão entre familiares e pacientes em isolamento em razão do tratamento da doença causada pelo novo coronavírus.

Veja também
Guia de prevenção sobre o novo coronavírus
Perguntas e respostas: tire suas dúvidas sobre a doença
As medidas adotadas pelo Governo de SP para o combate ao coronavírus

Os equipamentos foram entregues ao reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, pelo presidente da unidade fabril da empresa em Campinas, Dae Jung Shin. O projeto foi alavancado pelo médico e diretor da UTI COVID do HC, Thiago Martins Santos, que, em nome da disciplina de Emergência da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, procurou a unidade da Samsung em Campinas, para ajudar no projeto de humanização de pacientes internados no hospital, principalmente nas UTIs.

“Sabemos que não é possível substituir a presença física, mas é possível conectar as pessoas através da tecnologia”, destaca Santos ao Portal do HC. Thiago Martins assegura que, como já ocorreu em outros países, os tablets facilitam as conversas entre médicos e familiares que moram em cidades próximas e que muitas vezes, contextualizam dificuldades e vitórias do paciente em sua internação.

“A tecnologia permite que as pessoas se olhem enquanto falam, sem a necessidade da presença física, o que pode favorecer a quarentena. Também podem evitar a circulação do vírus, na medida em que pode haver familiares portadores do COVID-19, porém assintomáticos”, explica.

“Ficamos felizes com a parceria e a visita dos coreanos, já que essa tecnologia fará uma grande diferença na vida desses pacientes”, disse o reitor Marcelo Knobel ao Portal do HC.

Recuperação

O presidente da fábrica da Samsung em Campinas, Dae Jung Shin, ressaltou que a empresa tem a honra de saber que seus produtos podem contribuir ativamente, especialmente na recuperação de pacientes, que hoje permanecem isolados. “É uma pequena contribuição no enfrentamento ao coronavírus em Campinas, mas também selou o início de uma parceria”, afirma ao Portal do HC.

O projeto teve a condução da Diretoria Executiva da Área da Saúde (DEAS) e todo processo foi conduzido na Unidade fabril de Campinas, pela assistente social, Priscilla Shibata.

No evento estavam presentes, além do reitor e do presidente da fábrica da Samsung em Campinas, DaeJung Shin, o superintendente do HC, Antonio Gonçalves de Oliveira Filho, o diretor da DEAS, Manoel Barros Bertolo, e o diretor-executivo de RH no Brasil, JungWook Choi.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Incêndio destroi casa paroquial da igreja Bom Jesus do Bonfim em Campinas e deixa uma pessoa morta

Graziela Fávaro Um incêndio destruiu a casa paroquial que fica ao lado da igreja Bom Jesus…