Uma quadrilha de bandidos de classe média/alta foi identificada por agentes da Polícia Civil de Campinas. Os bandidos são especializados em sequestros relâmpagos.

Todos são jovens universitários com idades entre 20 e 25 anos de idade e combinavam os crimes nas baladas da cidade. Todos agem entre 19h e 0h na rotatória da Decathlon, próximo à Avenida Mackenzie.

Cinco vítimas denunciaram o caso e os bandidos foram identificados graças à Central de Monitoramento da cidade. Todos os ataques foram no período de 48 horas entre 23 e 29 de abril, 1 e 5 de maio e 11 de junho.

Os bandidos tentaram movimentar R$ 160 mil das vítimas, mas os bancos bloquearam os valores antecipadamente. Eles abordam apenas carros de luxo no momento em que reduzem a velocidade para entrar na rotatória.

Ao menos nove bandidos fazem parte da quadrilha, mas apenas seis foram identificaos até o momento. Eles cortam a frente do carro e fazem a abordagem usando máscaras e gorros.

Com experiência no setor de informática, os bandidos hackeiam as contas das vítimas para fazer compras e movimentar dinheiro. Dois veículos usados nas ações já foram identificados e dois bandidos foram localizados.

Os bandidos ainda emprestavam contas de colegas de baladas para fazer a transferência do dinheiro roubado. Três já estão presos por crimes similares em Bragança Paulista, Valinhos e Campinas.

Da Redação ODC.
Fonte: Correio Popular
Leia também: Nova vacina contra o novo coronavirus deverá estar disponível até outubro de 2020

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Policiais do BAEP apreendem mais de 150 quilos de drogas em Campinas, SP

Facebook Twitter Google+ Pinterest WhatsApp Entorpecentes foram localizados em um imóvel. …