Polícia Civil capturou na madrugada desta terça (12), o vigilante Wagner Aparecido Bertoso dos Santos, de 37 anos, suspeito de matar o jovem Lucas Tadeu Soldera Sigrist

Divulgação/Polícia Civil

Polícia Civil capturou na madrugada desta terça (12), o vigilante Wagner Aparecido Bertoso dos Santos, de 37 anos, suspeito de matar o jovem Lucas Tadeu Soldera Sigrist


A Polícia Civil de Valinhos capturou na madrugada desta terça-feira (12), o vigilante Wagner Aparecido Bertoso dos Santos, de 37 anos, suspeito de matar em julho do ano passado, o jovem Lucas Tadeu Soldera Sigrist, de 24 anos, em um sítio no bairro Reforma Agrária. Ele foi detido no bairro Parque da União, próximo ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas. Segundo investigadores, o vigilante estava escondido na casa da mãe, mas, mesmo assim, estava sobrevivendo de bicos como pedreiro.

Os policiais civis chegaram até ele, após três meses de investigação e denúncias. Ontem, os policiais viram o vigilante em um carro e desde então passou a segui-lo, até achá-lo.

Santos foi preso temporariamente uma semana após o crime e chegou a ficar 60 dias na cadeia, mas foi solto. Porém, há três meses a Justiça voltou a pedir a prisão do suspeito, mas desta vez preventiva.

Santos é acusado de homicídio e roubo de uma moto. No dia do crime, ele foi até a casa do jovem para falar com o pai dele, mas como o homem não estava no imóvel, os dois discutiram e o segurança deu três tiros em Sigrist, fugindo em seguida. A vítima chegou a ser socorrida pelo pai, que chegou logo depois, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na Santa Casa de Valinhos. Na fuga, o vigilante roubou uma moto de um rapaz de 19 anos.


Escrito por:

Alenita Ramirez


Fonte: RAC

Artigos relacionados
Carregar mais por admin
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

Sanasa executa obra no Parque das Camélias

Divulgação A Sanasa recomenda aos moradores que façam reserva antecipada ao pe…