O possível encerramento dos serviços prestados pela Farmácia Popular do Brasil já gera preocupações. Implantada em 2004 pelo Governo Federal, o programa fornece medicamentos gratuitos à população.

Desde a abertura, houve uma redução de 28% no número de internações provocadas por asma, hipertensão e diabetes. Houve também uma queda de 8% no número de mortes em consequência dessas mesmas doenças.

No ano de 2016 o governo economizou R$ 250 milhões com internações que deixaram de ser feitas por conta das doações de medicamentos. A proposta de extinção do programa partiu do Ministério da Economia.

De acordo com o ministro Paulo Guedes, o programa é extenso demais por atingir todas as classes sociais, mas tudo não passa de suposições, sem mostrar os benefícios a longo prazo.

O Governo Federal ainda não se pronunciou a respeito da extinção do programa. O dinheiro poderia ser redirecionado para outros programas sociais, mas de menor alcance.

Da Redação ODC.
Fonte: CBN
Leia também: Supermercados começam a limitar compra de arroz e óleo de soja

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Guarani perde para o Confiança em Aracaju

Nesta sexta, o Guarani vai a Aracaju/SE enfrentar o Confiança para subir na tabela da Séri…