A prefeitura de Campinas informou na última segunda-feira, dia 10/02, que está fazendo as correções necessárias no edital do transporte coletivo urbano conforme os 17 apontamentos do Tribunal de Contas do Estado (TCE) depois de reclamações de interessadas no processo.

Todo o processo foi suspenso em outubro do ano passado e desde então tudo segue paralisado, e sem previsão de retorno. Para que o edital seja liberado, a Emdec tem que fazer as correções, passar pelo crivo do TCE, que irá ou não liberar o processo.

Com a letargia natural da prefeitura e da Emdec, isso não deverá sair ainda neste ano, apesar de ter sido informado que todos estão trabalhando com bastante celeridade para terminar o mais rápido possível.

Um dos pontos críticos é justamente a falta de estudos sobre a viabilidade financeira do negócio. Ontem o ODC denunciou um suposto direcionamento do edital para favorecer empresas do setor de energia elétrica, já que não tem o menor cabimento a exigência de um investimento milionário em ônibus elétricos que sequer são fabricados no Brasil.

Enquanto isso, o transporte coletivo em Campinas segue na mesma.

Da Redação ODC.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Prefeitura de Itatiba apresenta Plano de Flexibilização Responsável à comerciantes

O prefeito de Itatiba, Douglas Augusto, apresentou o Plano de Flexibilização Responsável (…