Connect with us

Destaque

Prefeitura instala letreiro “Eu Amo Indaiatuba”

Published

on

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou nesta segunda-feira (12) o resultado da campanha de vacinação da gripe nas feiras livres de Indaiatuba realizada na semana passada. Foram aplicadas 508 doses em quatro dias de trabalho.

Com a presença do Cosplay da personagem Dona Hermínia interagindo e divertindo o público, as equipes de saúde estiveram na feira noturna próxima ao barco, na feira da Avenida Conceição, na feira da Morada do Sol e na feira do Centro. O objetivo foi vacinar pessoas do grupo prioritário que ainda não tinham se imunizado contra a gripe.

LEIA TAMBÉM

Para a Secretária Municipal de Saúde, Graziela Garcia, o resultado obtido foi considerado excelente: “Estamos empenhados em atingir cada vez mais pessoas com o imunizante da gripe, quanto maior a adesão, mais desafogamos o sistema de saúde, por conta de frear algumas síndromes respiratórias que podem ser confundidas com a Covid-19. Imunizamos 508 pessoas do grupo prioritário o que para nós foi considerado excelente. Agradeço imensamente o grupo teatral Força Jovem que nos ajudou a atingir este número nos últimos dias”, comentou a Secretária.

Em Indaiatuba, 41.302 pessoas já receberam a vacina contra a gripe, o que corresponde à 49,6% do público alvo total.

VACINA DA GRIPE PARA TODA A POPULAÇÃO A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA (12)

A Prefeitura de Indaiatuba por meio da Secretaria Municipal de Saúde anunciou na tarde da última quinta-feira (8) que começará a vacinar contra a gripe toda a população da cidade a partir desta segunda-feira (12) nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), mas para isso é necessário realizar o cadastro na plataforma Minha Vacina e aguardar a convocação no e-mail.

Com o objetivo de evitar filas e aglomeração, a Secretaria de Saúde já abriu o cadastro para população aderir à campanha contra a gripe na plataforma Minha Vacina. Se alguém já o tem feito pela Covid-19 não é necessário excluir ou refazer, basta acessa-lo e marcar, na parte superior, a caixinha que indica: 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe. A partir deste ponto, basta aguardar a convocação no e-mail ou na própria plataforma.

A vacinação contra a gripe é importante para diminuir a incidência de sintomas gripais no público em geral e pelo fato de ser também altamente transmissível. Com isso, a vacina protege e contribui para reduzir os índices de contágio das pessoas em seu ambiente de convívio.

PASSO A PASSO PARA O CADASTRO

1 – Acesse: https://vacinacao.indaiatuba.sp.gov.br/login

2 – Entre na sua conta na plataforma do Minha Vacina, digite o CPF, a senha e os caracteres. Caso não tenha realizado o cadastro clique em: Não tem cadastro? Clique Aqui

3 – Ao abrir sua conta no parte superior, abaixo das informações pessoais, clique em 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe

4 – Pronto, agora é só aguardar o e-mail de convocação da Secretaria Municipal de Saúde ou acesse regularmente a plataforma do Minha Vacina.

Com informações Prefeitura de Indaiatuba

Destaque

Principal suspeito por mortes de 2 mulheres em Campinas é ex-inquilino das vítimas, diz polícia

Published

on

Principal suspeito por mortes de 2 mulheres em Campinas é ex-companheiro de amiga delas

Principal suspeito por mortes de 2 mulheres em Campinas é ex-companheiro de amiga delas

A Polícia Civil informou, na tarde desta quinta-feira (16), que o principal suspeito de matar um casal de mulheres a tiros em Campinas (SP) é ex-inquilino das vítimas. Além disso, o homem teria se relacionado com uma amiga delas, que se separou dele com a ajuda de ambas.

O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O delegado à frente das investigações, Rui Pegolo, informou à reportagem da EPTV, afiliada da TV Globo, que Wellington Andrade ainda não foi localizado pela polícia e é considerado foragido.

O G1 não conseguiu contato com a defesa do suspeito até esta publicação.

Andrezza Lira Bezerra, de 37 anos, e Ana Paula Aparecida Vellido, de 39, foram assassinadas a tiros na madrugada desta quinta-feira (16), no bairro Jardim do Lago. De acordo com a Polícia Civil, as vítimas tinham um relacionamento há quatro anos.

O casal tinha ido comemorar o aniversário de uma delas e voltava para casa quando foi surpreendido com os tiros disparados.

Segundo a investigação, as mulheres foram encontradas baleadas na região da cabeça dentro de um veículo modelo Chevrolet Celta. Após os disparos, o carro se chocou contra um poste de iluminação.

Carro bateu em poste após mulheres serem baleadas em Campinas — Foto: Reprodução/EPTV

VÍDEOS: veja tudo sobre a região de Campinas

Continue Reading

Destaque

60 dias de regras: Campinas soma 5,8 mil faltas em dia de vacina Covid agendada e 7,2% justificam ausência

Published

on

CoronaVac, Janssen, Pfizer e AstraZeneca são as vacinas contra Covid-19 aprovadas pela Anvisa para uso no Brasil — Foto: William Silva e Fernanda Elnour/TV TEM; Claudio Vieira/PMSJC; Hélia Scheppa/SEI

Desde o início das regras aplicadas pela Prefeitura de Campinas (SP) para coibir quem tenta escolher o fabricante da vacina contra Covid-19 há dois meses, 5.878 faltas na data agendada foram computadas. Essas pessoas foram submetidas a uma suspensão de 30 dias até poderem remarcar. Do total de ausências, 426 recursos – apenas 7,2% das faltas – buscaram justificar o não comparecimento.

A punição para quem recusa a dose no momento da aplicação é mais severa, leva os moradores para o fim da fila de adultos – que seguem sendo imunizados. Ou seja, não há previsão para que 483 pessoas recebam a primeira dose; elas tiveram que assinar um termo de recusa, se responsabilizando pela decisão.

As regras começaram a ser aplicadas na metrópole no dia 8 de julho, com a publicação de decreto no Diário Oficial. Desde então Campinas passou de 118.245 casos positivos, com 3.853 mortes, para 138.424 infectados e 4.437 óbitos até esta quarta (15). Uma diferença de 20.179 pessoas que contraíram a doença e 584 óbitos registrados.

Vacina Covid-19: faltas e recusas em Campinas
Dado desde início das regras, em 8 de julho, até 10 de setembro
Fonte: Secretaria de Saúde de Campinas

Comparado ao primeiro mês da punição em vigor, os registros de faltas e recusas tiveram queda no segundo mês, de 59% e 72%, respectivamente.

O número de recursos teve alta, mas muito distante da realidade de faltosos. Foram 198 até início de agosto e 228 até começo de setembro.

O que acontece com quem faltar ou recusar?

  • O não comparecimento injustificado na data agendada para a vacinação contra a Covid-19 implica em bloqueio do sistema para o CPF da pessoa.
  • No caso dos faltosos, um novo agendamento só pode ser feito em 30 dias, a depender da oferta de vacinas na cidade.
  • Comparecer ao local de vacinação e desistir ou recusar a dose por causa da marca do imunizante implica em assinatura de um termo de responsabilidade, com assinatura de duas testemunhas.
  • A pessoa que recusa só poderá ser vacinada após o término da imunização de moradores com 18 anos ou mais.
  • Quando for feito para novo agendamento, será ofertada a vacina disponível, não cabendo a escolha da marca do imunizante.

Moradora recebe dose da vacina contra Covid-19 — Foto: Eduardo Lopes

Agendamento aberto

A campanha de vacinação da Covid-19 para moradores com mais de 18 anos de idade segue com vagas disponíveis. O agendamento foi reaberto na última sexta-feira (10) com 17,5 mil vagas, mas a prefeitura ampliou a oferta diante de um remanejamento por causa de faltas e desmarcações, entre outros motivos.

Até a tarde desta quinta (16), 21.266 adultos receberam o imunizante para se proteger contra o coronavírus, desde a última sexta. Também segue aberto o agendamento para a dose de reforço de idosos com mais de 85 anos de idade. Das 8 mil vagas abertas, 3.594 foram agendadas.

O agendamento pode ser feito pelo site da prefeitura ou pelo telefone 160.

Vacina e Covid-19: Devo escolher a vacina ou esperar chegar aquela que eu quero?

Vacina e Covid-19: Devo escolher a vacina ou esperar chegar aquela que eu quero?

VÍDEOS: veja o que é destaque na região de Campinas

Continue Reading

Destaque

Campinas reduz alíquota de IPTU para barracões de logística

Published

on

A Prefeitura de Campinas vai reduzir a alíquota de 2,9% para 1,8% do IPTU cobrada sobre galpões industriais. Desde 2017, quando houve aumento do tributo na cidade, o setor, como o Avança Campinas, reclamou que houve distorção e pediu diminuição para 1%. Serão beneficiados cerca de 500 donos de grandes galpões.

A prefeitura vai deixar de receber R$ 15 milhões. A compensação do tributo virá a partir de redução de gastos da máquina pública.

“Era necessário reduzir a carga dos galpões para trazer novos investimentos e também para corrigir distorções que foram geradas quando do aumento do IPTU. Campinas fica mais competitiva para trazer empregos ligados aos serviços que têm relação com o aeroporto de Viracopos”, disse o prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos).

O secretário de Finanças, Aurílio Caiado, reconheceu que o projeto de lei que será encaminhado para a Câmara é para corrigir um problema. “O fato de ter essa alíquota tão elevada inviabilizava o setor na cidade”, disse ele, que acrescentou que muitos galpões estão fechados.

Regras

Serão beneficiados, locais com mais de 1,5 mil metros quadrados de área coberta e devem estar enquadrados em “não residencial”. Tem que ter um espaço para armazenamento de carga e descarga. Segundo o secretário, a orientação desta última regra foi feita pelos próprios empresários.

Camila Dia, vice-presidente do Avança Campinas, disse que a entidade demonstrou os prejuízos sofridos pela cidade devido ao aumento da alíquota. Segundo ela, Campinas vai atrair o setor porque o ramo opera numa extensão de até 80 quilômetros.

Câmara

O presidente da Câmara, Zé Carlos (PSB) e Luis Cirilo (PSDB), disseram que vão dar celeridade na tramitação do projeto. Os dois trabalharam para reduzir a alíquota do IPTU para os galpões industriais.

Continue Reading
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement

TAGS

+ VISTOS