Após ser retirado para vistas pelo líder de governo, vereador Luiz Carlos Rossini (PV) , na sessão do dia 18 de Fevereiro, o Projeto de Lei no 269/18 volta a pauta de votações nesta segunda (15). De autoria do vereador Tenente Santini (PSD), o PL obriga a Sanasa a divulgar semestralmente no site oficial dela informações sobre parcerias, doações e contribuições a instituições ou órgãos. O objetivo, ressalta Santini, é dar transparência no controle do dinheiro público.

“Mais uma vez insisto na questão da transparência da utilização do dinheiro público, ainda mais se tratando de uma empresa lucrativa como a Sanasa. Já fiz requerimento pedindo essas informações, mas as respostas são desencontradas e incompletas”, afirma Santini De acordo com ele, no portal de transparência da Sanasa não há local para pesquisa para os termos de doações e parcerias, o que dificulta o trabalho de fiscalização do legislativo e da própria sociedade.

“Em um dos requerimentos obtive a surpreendente informação que houve um patrocínio de 70 mil reais à Frente Nacional dos Prefeitos, presidida pelo Prefeito Jonas Donizette. Não acredito que isso seja uma prioridade de Campinas”, comenta. Ainda segundo Santini, está tramitando junto à 2ª Vara da Fazenda Pública um processo – no 1028159-60.2015.8.26.0114 – que pede a anulação de todas as doações feitas pela Sanasa entre 2006 e 2011.

“O que pedimos é muito simples: que as informações sobre parcerias, doações e contribuições estejam em um setor específico do site e descritas de forma clara e detalhada”, conclui Santini.

Texto: gabinete do vereador Tenente Santini
Foto: Central de Comunicação Institucional da CMC

Artigos relacionados
Carregar mais por Redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

MCB celebra Dia das Mães com oficinas e Bazar da Cidade

O Museu da Casa Brasileira (MCB), instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa…