Campinas é a segunda cidade com maior número de reclamações de ligações indesejadas em SP

Campinas é a segunda cidade com maior número de reclamações de ligações indesejadas em SP

O número de reclamações por conta de ligações telefônicas indesejadas em Campinas (SP) aumentou 26,7% em um ano na cidade, de acordo com um levantamento do site Reclame Aqui. Foram 56 queixas em 2017 contra 71 no ano passado.

Os dados foram colhidos com base em termos-chave, como “não param de me ligar”, “ligações insistentes”, “me ligam todo dia” e “ligações indesejadas”.

Os números abrangem registros referentes a bancos, financeiras, TV a cabo, telefonia, cartão de crédito, recuperadora de crédito e reabilitação de crédito (limpeza de nome nos serviços de proteção ao crédito).

“Corro o risco de perder uma ligação importante e até uma oportunidade de trabalho”, afirma a publicitária Stéfany Job.

De acordo com a apuração da EPTV, afiliada da TV Globo, Campinas é a segunda cidade do estado de São Paulo em número de reclamações desse tipo, só perde para a capital paulista. Guarulhos (SP), que tem número de habitantes próximo ao de Campinas, está na quinta posição. Confira:

  1. São Paulo
  2. Campinas
  3. São Bernardo do Campo
  4. Santo André
  5. Guarulhos
  6. Sorocaba
  7. Osasco
  8. São José dos Campos
  9. Ribeirão Preto
  10. Santos

Em todo o Brasil foram 2.670 reclamações em 2017 contra 3.928 em 2018.

Publicitária Stéfany Job reclama de ligações indesejáveis no celular que atrapalham sua vida profissional, em Campinas. — Foto: Reprodução/EPTV Publicitária Stéfany Job reclama de ligações indesejáveis no celular que atrapalham sua vida profissional, em Campinas. — Foto: Reprodução/EPTV

Publicitária Stéfany Job reclama de ligações indesejáveis no celular que atrapalham sua vida profissional, em Campinas. — Foto: Reprodução/EPTV

Como bloquear essas ligações?

O consumidor que não quiser receber mais ligações desse tipo pode registrar a reclamação no Procon. A partir da queixa, a empresa terá até 30 dias para se adequar, sob pena de multa com base no Código de Defesa do Consumidor.

Dependendo do caso, cabe uma ação na Justiça por danos morais e até materiais. Existem danos materiais, no caso de atrapalhar a atividade profissional do consumidor, e morais, no caso de pessoas idosas ou doentes, por exemplo, em que a situação gerou um transtorno psíquico.

“Você pode fazer um cadastro bloqueando o recebimento no seu celular de empresas de telemarketing, de vendas e promoções. Pelo Procon você consegue fazer esse pedido”, explica o advogado Juliano Pessini, especialista em direito do consumidor.

Organizações que buscam por doações ou cobranças não se encaixam nessa regra.

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), não há proibição para as chamadas de telemarketing, mas o órgão reconhece que os consumidores se incomodam bastante com ligações desse tipo.

Estudos estão sendo feitos pela Agência para uma possível mudança de regras, mas ainda não há data definida para a divulgação de alterações. Os consumidores que quiserem mais informações do órgão podem ligar no número 1331.

Página do Procon-SP indica como cadastrar número de telefone para não receber chamadas de telemarketing. — Foto: Reprodução/Procon-SP Página do Procon-SP indica como cadastrar número de telefone para não receber chamadas de telemarketing. — Foto: Reprodução/Procon-SP

Página do Procon-SP indica como cadastrar número de telefone para não receber chamadas de telemarketing. — Foto: Reprodução/Procon-SP

Artigos relacionados
Carregar mais por Redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

MCB celebra Dia das Mães com oficinas e Bazar da Cidade

O Museu da Casa Brasileira (MCB), instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa…