Connect with us

Destaque

Sábado de Aleluia – Centros de Saúde Operam em Horário Estendido em Combate à Dengue

Por: Redação

PUBLICIDADE

Sábado, 30 de Março de 2024

PUBLICIDADE

Índice

1. Introdução
2. Centros de Saúde em Operação
3. Orientações para Assistência
4. Mutirão de Combate à Dengue
5. Conclusão

PUBLICIDADE

Introdução

No Sábado de Aleluia, uma nova estratégia foi implementada pela Saúde pública de Campinas para combater a dengue e auxiliar os pacientes afetados pela doença. A iniciativa envolveu a abertura de dez Centros de Saúde (CSs) com horários estendidos para atender pacientes com sintomas de dengue, visando fortalecer o atendimento à população e aliviar a demanda pelos serviços de Urgência, Emergência e Hospitalar da Rede Mário Gatti.

PUBLICIDADE

Agentes de saúde visitam propriedades na luta contra a dengue – Créditos: Manoel de Brito/PMC/Divulgação

PUBLICIDADE

Centros de Saúde em Operação

Os CSs operaram das 7h às 17h, replicando o esquema especial aplicado pela primeira vez no sábado anterior, quando foram atendidos 1.071 pacientes. As unidades que funcionaram neste horário estendido foram: Florence, Valença, Ipê, Aeroporto, Capivari, Santo Antônio, União dos Bairros, Aurélia, São Quirino e Campo Belo. Entre essas, nove já operavam aos sábados, das 7h às 13h, antes da nova medida implementada pela Secretaria de Saúde. A única unidade que não abria aos sábados era a do Campo Belo.

PUBLICIDADE

> ‘Das 7h às 13h, as unidades recebem todos os casos. Já a partir deste horário, os atendimentos serão direcionados para pacientes com sintomas de dengue.’

As unidades que continuaram a funcionar das 7h às 13h foram: DIC 1, Santa Lúcia e Vista Alegre. Durante o sábado, o Laboratório Municipal também funcionou para receber amostras de exames, facilitando assim a direção de ações pelas equipes de saúde.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Orientações para Assistência

A Secretaria de Saúde fez um apelo à população para que aqueles com febre buscassem imediatamente um centro de saúde para diagnóstico clínico. Também recomendou que os sintomas não fossem banalizados e que a automedicação fosse evitada, pois poderia comprometer a avaliação médica, tratamento e recuperação.

Aqueles com suspeita ou confirmação de dengue que apresentassem sinais de tontura, dor abdominal intensa, vômitos repetidos, sudorese fria ou sangramentos, foram orientados a procurar o mais rápido possível um pronto-socorro ou Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mutirão de Combate à Dengue

No mesmo sábado, a Secretaria de Saúde de Campinas realizou o 9º mutirão municipal de 2024 contra o mosquito da dengue. A ação teve início às 8h, e dez bairros foram selecionados para a visita de agentes de saúde e voluntários:

1. Vila 31 de Março
2. Parque Brasília
3. Vila Lafayette Álvaro
4. Jardim Boa Esperança
5. Vila Tofanelo
6. Jardim Madalena
7. Jardim Conceição
8. Jardim Liria
9. Parque Imperador
10. Jardim Flamboyant

PUBLICIDADE

> ‘O ponto de encontro das equipes é o Centro de Educação Infantil Professor Hilton Federicci, localizado na Rua Frederico Marcondes Machado, 65, na Vila 31 de Março.’

O mutirão contou com a participação de voluntários e agentes de saúde, incluindo trabalhadores da empresa terceirizada Impacto Controle de Pragas, que visitaram as propriedades para orientação e eliminação de criadouros. Eles usavam uniformes com a logo da empresa, compostos por camiseta branca e calça cinza. Em caso de dúvidas sobre a identificação, a população foi orientada a solicitar informações pelo telefone 199, da Defesa Civil.

PUBLICIDADE

> ‘A Administração repete a estratégia de usar drones para localizar grandes criadouros do Aedes aegypti como piscinas e caixas d’água em imóveis identificados como desocupados ou em situação de abandono.’

Graças a uma decisão judicial de 2020, chaveiros puderam ser chamados para acessar esses imóveis. O mutirão contou com o apoio de profissionais das secretarias de Serviços Públicos, Habitação, Educação, Assistência Social e Trabalho e Renda, além da Guarda, Defesa Civil, Sanasa e Emdec. O balanço das ações foi divulgado na segunda-feira, 1º de abril.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Conclusão

O Sábado de Aleluia de 2024 foi um dia de grande mobilização na cidade de Campinas, com o objetivo principal de combater a dengue. Com a abertura de Centros de Saúde com horário estendido e a realização do 9º mutirão municipal contra a dengue, a administração da cidade demonstrou seu compromisso em conter a epidemia e prestar assistência à população.

PUBLICIDADE

Tags: Aedes aegypti, Campinas, dengue, Força-Tarefa, mutirão, Saúde pública

PUBLICIDADE

Compartilhe este artigo nas redes sociais para ajudar na disseminação de informações sobre o combate à dengue.

PUBLICIDADE

Para informações adicionais, acesse o site

‘Este conteúdo foi gerado automaticamente a partir do conteúdo original. Devido às nuances da tradução automática, podem existir pequenas diferenças’.
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE