Sindicato destaca sobrecarga do quadro funcional

Divulgação

Sindicato destaca sobrecarga do quadro funcional

O delegado da Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Americana, José Donizeti de Melo, ficou levemente ferido após sofrer um acidente de trânsito, na madrugada de terça-feira. O delegado tinha passado a segunda-feira trabalhando e estava de plantão. Ele voltava da delegacia de Cosmópolis, após a realização de três flagrantes, e realizaria outro flagrante em Americana. Ele foi socorrido no Hospital da Unimed e após ser medicado voltou à delegacia para finalizar o expediente.

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) lamentou o caso e frisou que o déficit do quadro funcional da Polícia Civil sobrecarrega e leva ao cansaço dos policiais. “O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo lamenta que mais um delegado tenha sido vítima de um acidente automobilístico enquanto dirigia para um dos diversos plantões a que está obrigado a cumprir, sem descanso, justamente em razão da falta de profissionais na Polícia Civil”, disse a presidente do sindicato, Raquel Kobashi Gallinati.

O acidente foi na Avenida da Saudade, por volta das 5h15, quando o delegado voltava de Cosmópolis. Ele dirigia a viatura e estava sozinho no veículo. Segundo consta no registro, ao passar pelo cruzamento da avenida, Melo perdeu o controle da direção e bateu contra a guia da sarjeta. Com o impacto, a viatura rodopiou e foi parar no sentido oposto de direção. A Polícia Militar (PM) foi acionada e socorreu o delegado.

Melo é coordenador da CPJ de Americana e, assim como todos os delegados do expediente local, também é escalado para os plantões. A CPJ de Americana faz parte do Departamento de Polícia Judiciária do Interior 9 (Deinter-9) e o plantonista tem que responder também por Nova Odessa, Engenheiro Coelho, Arthur Nogueira e Cosmópolis. No caso de plantões, o delegado do expediente que é escalado trabalha de sobreaviso, ou seja, só vai para a delegacia se precisar. Como houve três flagrantes de tráfico de drogas, em Cosmópolis, Melo teve que ir até a delegacia para acompanhar os registros. Por volta das 2h da madrugada, antes de finalizar o terceiro flagrante, o delegado foi avisado de um flagrante da PM em Americana.

“Se existissem profissionais suficientes, um colega poderia ter substituído o outro”, disse Raquel. “Lembramos que o acúmulo de trabalho sem descanso pode também ter causado um desfecho trágico na vida de outro delegado de polícia na região de São José do Rio Preto, em 2017. Em 30 de maio daquele ano, o delegado Davi Ferreira da Rocha dirigia a viatura para o plantão de Fernandópolis, após trabalhar praticamente o dia todo em Rio Preto, quando bateu atrás de um caminhão”, acrescentou.

De acordo com o sindicato, o déficit é de 13.862 cargos. Só na carreira de delegado de polícia, faltam 795 profissionais.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP), por nota, informou que as circunstâncias em relação ao acidente seguem em apuração pela 9ª Corregedoria Auxiliar de Piracicaba e foi solicitado exame pericial. “O reforço no policiamento em todo o Estado é um dos principais compromissos da atual gestão”, acrescentou a nota.

Escrito por:

Alenita Ramirez

Fonte: RAC

Artigos relacionados
Carregar mais por Redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

Conheça 5 museus com estrutura para bebês e crianças de colo

Equipamentos na capital paulista oferecem desde acessibilidade, fraldário até bancos para …