A vigilância epidemiológica de Americana notificou mais dois casos suspeitos de Covid-19 nesta sexta-feira (13). Os novos registros são de duas mulheres, sendo uma de 34 anos e a outra de 42. Ambas estiveram nos Estados Unidos, entre os dias 5 de fevereiro e 10 de março, onde permaneceram nas cidades de Nova York e Orlando, regressando no dia 11 de março.

Foto: NIAID Integrated Research Facility (IRF) em Fort Detrick, Maryland

Micrografia eletrônica de transmissão de partículas do vírus SARS-CoV-2, isoladas de um paciente

A mulher de 42 anos começou apresentar os sintomas no dia 5, quando ainda estava no território norte- americano. Já a outra moradora veio apresentar os sintomas no dia 11, quando desembarcou no Brasil.

Os sintomas relatados pelas moradoras foram tosse, febre e coriza. Elas tiveram sangue coletado para exame nesta sexta-feira (13) e permanecem em isolamento domiciliar.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

A vigilância informou que nenhum de seus familiares apresenta sintomas, mas que o setor irá acompanhar os casos até a chegada do laudo confirmatório do Instituto Adolfo Lutz. Com estes dois novos casos, o município passa a ter sete casos suspeitos, sendo que até agora três foram descartados e quatro seguem sendo investigados.

Na RPT, Hortolândia também tem um caso suspeito, que está sendo investigado. Uma mulher de 79 anos, com histórico de viagem recente à Portugal, passou a ser monitorada na última terça-feira (10). Na mesma semana, as autoridades locais já haviam descartado um outro caso suspeito, de um homem de 50 anos.

Confirmado

Nesta sexta-feira, a Prefeitura de Campinas confirmou que há um caso positivo de coronavírus na cidade, de uma estudante universitária que teria contraído a doença em viagem à Bahia. O estado de saúde da paciente é estável e ela está sendo acompanhada.

*Com informações são da assessoria de comunicação da Prefeitura de Americana.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

A edição desta semana do podcast “Além da Capa” aborda a substituição da mão de obra de pessoas mais velhas por outras mais novas na RPT (Região do Polo Têxtil), em 2019. Ouça:

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Americana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Estado critica posicionamento de Americana e defende restrição no comércio

O secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi, classifico…