Um homem de 44 anos morreu atropelado por um trem da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), em Campo Limpo Paulista. O maquinista acionou os freios mas não conseguiu parar o trem.

De acordo com o maquinista, o homem entrou na frente do trem com os braços abertos. O funcionário da CPTM acionou os freios de segurança, mas não conseguiu evitar o atropelamento.

A vítima foi acusada pela esposa, de 38 anos, de tentar estuprar a enteada, que sofre com disfunções cerebrais.

Segundo a delegada do plantão policial, Camila Duarte Pina, após a policia tomar conhecimento da morte do homem, sua esposa foi até a delegacia para prestar queixa da tentativa de estupro.

A esposa teria encontrado o homem na cozinha, com a bermuda abaixada, tentando o ato sexual com a enteada.

Em seguida, a mulher gritou e o repreendeu, mas ele partiu para cima dela em luta corporal. A mulher ainda disse que ele a jogou ao chão e tentou sufoca-la colocando o joelho no seu peito.

A mulher teria gritado por ajuda neste momento, e o companheiro fugiu em direção à rua.

A esposa só ficou sabendo da morte do marido horas depois. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí para ser necropsiado.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também

Mega-Sena, concurso 2.289: resultado

Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marc…